Adaptações

Filme: Mangler, O Grito de Terror, 1995

Sinopse: Em Riker Valley, uma pequena cidade industrial da Nova Inglaterra, uma máquina de passar roupa, possuída por forças malignas, começa a fazer vítimas dentro de uma lavanderia, adquirindo um singular gosto por carne humana, mutilando e matando os funcionários.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/The_Mangler

Mangler- O Grito de terror baseado em um conto de Stephen King (A Maquina de Passar Roupa do livro Sombras da Noite) usa de um tema bem absurdo para assustar o público, algo bem comum nas obras de King. Nessa história, uma maquina de passar roupa fica possuída e começa a atacar e mutilar os funcionários da lavanderia.

A sinopse parece completamente absurda e realmente, é, o que deixa automaticamente a idéia original e interessante.

Eu li o conto a muito tempo e não o colocaria entre as melhores obras do King, mas eu diria que o filme se manteve relativamente fiel a obra.

O filme dirigido por Tobe Hooper é um filme trash e nem tinha como não ser, porque é muito difícil levar a sério uma maquina de passar possuída e assassina. Ele também é bem datado, assim que você assiste, você percebe que foi filmado nos anos 90, isso não precisa ser necessariamente ruim, mas nesse caso só contribui para o desgosto geral que é o filme.

Outro problema do filme para mim é que em alguns momentos ele ficou cansativo, talvez porque tenha sido baseado em um conto, que não tinha tanto conteúdo e para virar um filme de 1 hora e meia, o roteirista teve que criar algumas outras situações e até se aprofundar nos personagens, que no original são mais rasos.

Os personagens mais profundos são um ponto positivo do filme, já que no conto, eles funcionam mais como um meio para falar do ponto principal da historia, a maquina.

Os efeitos não são tão bons, mas nem se pode pedir muito, já que o filme foi gravado na década passada e envelheceu bem mal.

Uma das coisas interessantes do filme é que o personagem principal é interpretado por Robert Englud, famoso por ter interpretado também o Freddy Krueger, o que deve ter ajudado na promoção do filme na época.

O grande problema do filme é que ele não assusta. Concordo que é realmente difícil fazer uma maquina de passar roupa ficar assustadora e acho que isso não acontece nem no conto original, por isso, o filme poderia ter tomado o rumo mais de terrir, mas ele se leva a sério demais e não funciona nem como filme trash e muito menos como um filme de terror.

Para mim, a coisa mais interessante do filme foi a idéia original da maquina que começa a atacar pessoas e isso não é bem um mérito do filme e sim do conto, de resto é um filme de terror bem ruim, que não se sustenta nem como uma diversão passageira.

Mesmo tendo recebido criticas ruins, inclusive do próprio Stephen King, Mangler- O Grito de Terror teve duas continuações que não tem nenhuma relação com o conto original e nem são interligadas entre si.(Uma de 2002 e outra de 2005).

 

Gênero: Terror

Direção: Tobe Hooper

Elenco: Daniel Matmor, Robert Englund, Ted Levine

Fonte: https://www.cineclick.com.br/mangler-o-grito-do-terror

Créditos da imagem: http://www.blu-ray.com/The-Mangler/192702/

2 comentários em “Filme: Mangler, O Grito de Terror, 1995”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s