guest post, livros

A Maldição, Stephen King

Guest Post por Veri Luna

Sinopse: Bill Halleck tinha uma vida boa e tranquila, até o dia em que atropelou uma velha cigana. Inocentado no tribunal por ter boas relações com o júri, logo descobrirá que, apesar de ter escapado da justiça americana, existem outras formas de pagar por um erro. Em pouco tempo, o obeso Halleck começa a emagrecer — seus quilos sugados vertiginosamente a cada dia que passa. Para surpresa dos médicos que o examinam, não há nada de errado fisicamente. Mas Halleck terá de encontrar uma solução – e rápido – senão, em pouco tempo, não será mais do que um feixe de ossos.

Conheci essa história do Stephen King assistindo ao filme primeiro. Depois de uns meses fui atrás de ler o livro. Não vou citar as diferenças entre um e outro, mas é sempre bom saber que HÁ diferenças. Mas não se preocupem, o final foi mantido!

Capas Thinner

Em primeiro lugar, devo lembrar que o livro foi publicado em 1984 em nome de Richard Bachman, pseudônimo de Stephen King. Naquela época pegava mal que um escritor lançasse mais de um livro por ano, então ele convenceu seu editor a publicar com outro nome. Até mesmo pra testar se seu sucesso era por talento verdadeiro ou por pura sorte. Esse livro, originalmente intitulado Thinner (mais magro) vendeu 28 mil cópias quando lançado e depois vendeu 10 vezes mais quando souberam que era do mestre do horror. Aqui no Brasil saiu como A Maldição do Cigano. Hoje seu título foi reduzido para A Maldição e é vendido com o nome de Stephen King mesmo.

Essa é a história de William Halleck, um advogado obeso que, ao dirigir distraído, atropela e mata uma velha senhora cigana. “Billy” não leva a pior, muito pelo contrário, ele sai ileso de seu julgamento devido a sua longa amizade com o juiz. Sabe esse pessoal rico que nós vemos nos filmes sempre jogando golfe? Pois é. Eles são assim.

thinner-pic-1

Acontece que ao sair do tribunal, um velho cigano, ainda mais velho que a senhora atropelada, toca no rosto de Billy e lhe diz as palavras “Mais magro”. O livro já começa aí, na memória desse acontecimento quando Billy sobe na balança numa manhã. A partir dessa lembrança, nosso personagem principal começa a perder peso descontroladamente todos os dias, mesmo comendo tudo que consegue.

giphy-facebook_s

Billy chega a conclusão que foi amaldiçoado pelo velho cigano. Mas é claro que as pessoas ao seu redor, como sua mulher e seu médico, não acreditam nele, e acham que sua perda de peso é devido a uma anorexia nervosa psicológica, então ele tem que agir sozinho se quiser quebrar essa maldição. A única ajuda que consegue é de um mafioso, que o considera muito seu amigo. Essa parte do mafioso não me animou muito, mas ok, a história seguiu em frente.

Stephen King teve a ideia para A Maldição do Cigano quando seu médico o mandou perder peso e parar de fumar. Fácil assim! “Já pensou se alguém começa a perder peso e não consegue mais parar?” Ai, ai, essas mentes férteis…

stephen-kings-thinner-movie-poster-1996-1020249084

Assim como muitas de suas histórias, esse livro também virou filme. Tinha no Netflix até outro dia. Foi lançado em 1996 sob a direção de Tom Holland (A Hora do Espanto, Brinquedo Assassino), outro fã do gênero terror. Pode ter suas cenas bizarras, efeitos antigos e tudo mais, mas eu gostei do filme, acho que foi uma boa adaptação.

Mesmo o livro tendo sido publicado como de autoria de Richard Bachman (inspirado pela banda Bachman Turner Overdrive), a narrativa tem todas as características da escrita de King. O suspense crescente, as ações que acontecem no Maine, o sobrenatural confrontando a mente, e claro, a linguagem de fácil acesso. Assim, devoramos todos seus livros com muito prazer, valeu mestre!

Editora: Suma de Letras
Ano: 1984
Número de páginas: 287

Crédito da imagem: https://www.skoob.com.br/a-maldicao-298593ed334608.html

Imagens escolhidas por Veri Luna

2 comentários em “A Maldição, Stephen King”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s