livros

Quem Era Ela, JP Delaney

“Uma das coisas estranhas sobre o luto é como esse sentimento é capaz de nos surpreender quando menos esperamos.”

Sinopse: Tudo que é seu hoje, um dia já foi dela. Ela era como você. E, ao tentar fugir, você fará as mesmas escolhas e seguirá pelo mesmo caminho.

É preciso responder a uma série de perguntas, passar por um criterioso processo de seleção e se comprometer a seguir inúmeras regras para morar no nº 1 da Folgate Street, uma casa linda e minimalista, obra-prima da arquitetura em Londres. Mas há um preço a se pagar para viver no lugar perfeito. Mesmo em condições tão peculiares, a casa atrai inúmeros interessados, entre eles Jane, uma mulher que, depois de uma terrível perda, busca um ponto de recomeço.

Jane é incapaz de resistir aos encantos da casa, mas pouco depois de se mudar descobre a morte trágica da inquilina anterior. Há muitos segredos por trás daquelas paredes claras e imaculadas. Com tantas regras a cumprir, tantos fatos estranhos acontecendo ao seu redor e uma sensação constante de estar sendo observada, o que parecia um ambiente tranquilo na verdade se mostra ameaçador.

Enquanto tenta descobrir quem era aquela mulher que habitou o mesmo espaço que o seu, Jane vê sua vida se entrelaçar à da outra garota e sente que precisa se apressar para descobrir a verdade ou corre o risco de ter o mesmo destino. Com um suspense de tirar o fôlego e um clima de tensão do início ao fim, JP Delaney constrói um thriller brilhante repleto de reviravoltas até a última página. Uma história de duplicidade, morte e mentiras.

O livro teve os direitos de publicação vendidos para mais de trinta e cinco países e sai no Brasil pouco mais de um mês depois de seu lançamento nos Estados Unidos.

Com direitos já adquiridos para o cinema, Quem era ela está atualmente em fase de filmagens, dirigidas pelo vencedor do Oscar Ron Howard.

“Delaney escreve com precisão e elegância enquanto revela os segredos dos personagens, até chegar à verdade crua de cada um.” Publishers Weekly.

“Um suspense psicológico construído com inteligência.” The Bookseller.

“A narrativa é habilmente estruturada e as páginas voam.” USA Today.

Fonte: https://www.amazon.com.br/Quem-Era-Ela-JP-Delaney/dp/8551001396

 

Quem Era Ela conta a história de duas mulheres diferentes, que não se conhecem, mas que tem muita coisa em comum e tudo está relacionado com uma casa misteriosa e estranha situada em Londres.

Primeiro conhecemos Emma, que após ser assaltada e atacada dentro de seu próprio apartamento, resolve se mudar e um dia, ela e o namorado encontram uma casa minimalista localizada na Folgate Street. Depois conhecemos Jane, que também abalada após dar a luz a um natimorto, acaba chegando no mesmo lugar.

Para alugar a casa é preciso responder um questionário, seguir regras super rígidas e passar pelo crivo do arquiteto e proprietário da casa.

As duas histórias se passam com algum tempo de diferença, mas existe uma clara semelhança entre a vida de Emma e de Jane.

É muito fácil entrar no clima da história, embora demore um pouco para que se entenda quem é Emma e quem é Jane e quem viveu antes na casa, mas uma vez que isso é superado, a narrativa é interessante e prende o leitor. A história também se desenvolve de maneira interessante e o mistério por trás da história é bem pensado.

O livro intercala um capitulo de Emma e um capitulo de Jane e por isso me lembrou outro livro que li recentemente chamado A Garota do Lago (https://alemdatocadocoelho.wordpress.com/2018/04/26/a-garota-do-lago-charlie-donlea/), que é dividido do mesmo jeito. Esse divisão torna ainda mais fácil notar as semelhanças entre as duas mulheres.

Claro que o livro ganha pontos por nos narrar a história exclusivamente do ponto de vista feminino, mesmo que leiamos sobre a vida dos personagens masculinos, nós lemos através dos olhos de Emma ou de Jane.

Como todo bom thriller, Quem era Ela nós da pistas falsas o tempo todo e deixa o leitor de fato sem saber nada até o final do livro, o que deixa a história surpreende, mas nesse quesito eu achei que o livro perdeu uma boa oportunidade de falar de relacionamento abusivo. Com a resolução que tem, o livro não aprova, mas também não desaprova o comportamento de um personagem que não é exatamente saudável.

O titulo do livro é outra atração a parte, a idéia do nome em português é tão interessante que é capaz de deixar o leitor tão em dúvida sobre a quem se refere, quanto o próprio livro. Essa é uma tendência que percorre a obra toda, ninguém é completamente inocente e a cada momento, vemos uma porção diferente da personalidade de cada um dos personagens, mesmo das protagonistas. O autor carrega a narrativa inteira sem deixar claro para o leitor quem é o “mocinho” e quem é o “vilão”, talvez porque na vida não exista esse tipo de divisão.

A idéia da manipulação está muito presente em Quem Era Ela também, e o leitor não consegue saber quem está manipulando quem durante a leitura, deixando-o surpreso cada vez que o livro dá uma reviravolta, o que a história tem de sobra.

A escrita de JP Delaney é ótima e flui muito bem, tornando a leitura bem fácil, Quem Era Ela é aquele tipo de livro que se lê rapidamente e diferente de muitos livros de suspense que saem todos os anos, esse é um livro que entretém e que mesmo assim, tem uma resolução interessante, não é um policial genérico, que vai ser esquecido assim que for colocado na estante.

 

Capa comum: 336 páginas

Editora: Intrínseca; Edição: 1ª (10 de março de 2017)

Idioma: Português

ISBN-10: 8551001396

ISBN-13: 978-8551001394

Dimensões do produto: 23 x 15,8 x 1,8 cm

Peso de envio: 458 g

Fonte: https://www.amazon.com.br/Quem-Era-Ela-JP-Delaney/dp/8551001396

Créditos da imagem: https://www.skoob.com.br/quem-era-ela-649994ed652135.html

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s