livros

A Revolução dos Bichos, George Orwell

“Todos os animais são iguais, mas alguns são mais iguais que os outros.”

Sinopse: Verdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século 20, ‘A Revolução dos Bichos’ é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos
Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.
De fato, são claras as referências: o despótico Napoleão seria Stálin, o banido Bola-de-Neve seria Trotsky, e os eventos políticos – expurgos, instituição de um estado policial, deturpação tendenciosa da História – mimetizam os que estavam em curso na União Soviética.
Com o acirramento da Guerra Fria, as mesmas razões que causaram constrangimento na época de sua publicação levaram A revolução dos bichos a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell, adepto do socialismo e inimigo de qualquer forma de manipulação política, sentiu-se incomodado com a utilização de sua fábula como panfleto.

Fonte: https://www.saraiva.com.br/a-revolucao-dos-bichos-1574783.html

 

A Revolução dos Bichos é um clássico da literatura e é um dos livros mais famosos de George Orwell, ele narra a história dos animais de uma granja na Inglaterra, que um dia, como o nome do livro diz, fazem uma revolução e expulsam os humanos, e começam eles mesmos a organizar a granja. Os porcos, Napoleão e Bola-de-Neve, são os chefes do movimento revolucionário e por isso, se tornam a principio, os organizadores da nova granja, mas conforme o tempo vai passando, eles vão ganhando vantagens sobre os outros animais, como mais comida, moradia dentro da casa do antigo dono e assim por diante.

O livro é uma grande metáfora da revolução Russa, aonde os revolucionários a principio clamavam direitos iguais e uma vez que chegaram ao poder, mantiveram os costumes dos antigos governantes. Outra critica que permeia o livro todo é ao populismo, Napoleão é claramente um líder populista, carismático e que consegue convencer todos os animais da granja que ele está fazendo o melhor por eles, embora por trás de todos, ele esteja aproveitando a vida como se fosse um ser humano, o que vai contra as regras que ele mesmo cunhou. Dentro desse contexto, não demora muito para que os animais se tornem histéricos e pensem cada vez menos e apenas aceitem o que Napoleão fala para eles, isso se junta com o medo de discordar de Napoleão, e em certo momento do livro, o porco faz tudo o que quer, sem que ninguém tenha coragem de discordar de nada e essa é a maneira de Orwell de nos dizer que a censura às vezes não é explicita, mas que ela existe, de uma maneira ou de outra.

Embora o livro tenha sido pensado como uma critica para o regime da Rússia, acredito que ele pode descrever outros períodos e outros regimes da história, porque o livro basicamente fala sobre a habilidade do ser humano (nesse caso, dos animais) de sempre tirarem proveito dos outros e de como isso pode aumentar absurdamente quando a pessoa em questão tem algum tipo de poder. A Revolução dos Bichos mostra como é difícil não ser corrompido pelo poder.

Napoleão está disposto a abrir mão dos idéiais que ele tanto lutou para alcançar em prol de conforto e bem-estar.

Orwell não perdoa ninguém nesse livro e critica também a religião e a crença em um paraíso pós-morte, já que alguns animais acreditam que devem ser bons aqui na terra e trabalhar para que possam chegar a um paraíso dos animais.

Toda essa descrição faz parecer que o livro é muito difícil de ler, mas não é nada disso, a leitura é super simples e divertida. Aliais, essa é uma das razões pelas quais o livro é tão interessante, Orwell escreveu toda uma critica política como se fosse uma fabula, dependendo do leitor, o livro pode ser visto como uma coisa ou outra. A idéia de usar animais fez lembrar das fabulas clássicas e acredito que era exatamente isso que o autor queria, já que ele usa do mundo animal para falar de algo que acontece no mundo humano, uma técnica comum no gênero das fabulas.

O livro é bem curto, mas trata de tantos temas que é quase impossível relacionar ou até perceber, todos.

A Revolução dos Bichos é um livro que todo mundo deveria ler, a idéia é genial e o livro é muito bem escrito, especialmente quando você lê o livro já sabendo o que Orwell quis dizer.

 

Capa comum: 152 páginas

Editora: Companhia das Letras; Edição: 22 (10 de janeiro de 2007)

Idioma: Português

ISBN-10: 8535909559

ISBN-13: 978-8535909555

Dimensões do produto: 21 x 13,8 x 1,4 cm

Peso de envio: 227 g

Fonte: https://www.amazon.com.br/Revolu%C3%A7%C3%A3o-dos-Bichos-George-Orwell/dp/8535909559

Crédito da imagem: https://www.skoob.com.br/a-revolucao-dos-bichos-3074ed3967.html

Um comentário em “A Revolução dos Bichos, George Orwell”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s