livros

Conversas com Scorsese, Richard Schickel

“Uma porção de filmes mudou meu jeito de perceber o mundo á minha volta em certos momentos-chave da minha vida”- Martin Scorsese

Sinopse: No livro, Scorsese relembra sua infância em Little Italy, a convivência com os pais e com os mafiosos que mais tarde inspiraram alguns de seus filmes; fala sobre seus questionamentos religiosos (ele queria ser padre); revela a angústia e atribulações que enfrentou na realização de Gangues de Nova York e Ilha do medo; e dá detalhes preciosos sobre suas produções, confessando o quanto há de autobiográfico até mesmo em seus filmes mais improváveis.

Fonte: https://www.amazon.com.br/Conversas-com-Scorsese-Cole%C3%A7%C3%A3o-Internacional/dp/8540500175

 

Conversas com Scorsese faz parte da coleção Mostra da Cosac & Naify, que foca em entrevistar cineastas. No livro sobre Martin Scorsese, lemos quase na integra a entrevista de Richard Schickel com o cineasta.

O livro cobre a maioria dos pontos da vida de Scorsese, como sua infância e como ele viu durante esse período diversas cenas de violência envolvendo os gangsteres do seu bairro e como isso, posteriormente influenciaria muitos dos seus filmes, mas também como o cinema proporcionou a ele uma forma de escapar de sua realidade e sonhar com algo melhor.

Também lemos sobre como Scorsese se profissionalizou e sobre o seus anos na faculdade de cinema de Nova York, outra coisa que aparece de forma bem marcante são suas parcerias, tanto com Robert De Niro, com quem Scorsese trabalhou pelo menos 7 vezes, quanto com Leonardo DiCaprio, sua parceria mais recente. O diretor nos conta como ele conheceu tanto De Niro, quanto Di Caprio e porque ele gosta tanto de trabalhar com esses atores.

Cada capitulo do livro é um filme de Scorsese, onde ele fala sobre o que o motivou a fazer o filme, as dificuldades, o que ele gostou e qual é o veredicto final para o filme. O último filme que o livro cobre é A Ilha do Medo, de 2010. Além disso, Conversas com Scorsese tem capítulos falando sobre música, algo que é muito importante para o diretor (ele já dirigiu diversos documentários sobre música), filmagem, direção de ator, e montagem, uma vez que o próprio Scorsese participa da montagem de todos os seus filmes. O cineasta também cita o tempo todo o filme Silêncio, um projeto que Scorsese vinha tentando realizar a anos e só ficaria pronta em 2016.

Conversas com Scorsese é cheio de fotos, inclusive da infância de Scorsese, mas também das filmagens de todos os filmes que ele já dirigiu, além disso, também estão presentes os diversos Storyboards, que o próprio diretor faz desde criança.

Uma das coisas mais interessantes do livro é saber sobre o diretor, especialmente se você acompanha e gosta do trabalho dele, não é comum se falar muito sobre a vida pessoal de cineastas na mídia, então, o livro é cheio de detalhes que a maioria das pessoas não sabe. Scorsese é cinéfilo desde criança, por isso o livro é repleto de indicações de filmes, tanto os que ele gostava quando criança e adolescente, quanto os que o influenciaram.

Embora o livro seja dividido em capítulos, o conteúdo dele soa como uma entrevista sem cortes, não existe qualquer interrupção de um capitulo para outro e a primeira frase do próximo capitulo é sempre uma continuação da última do capitulo pregresso. Isso tem um lado bom e ruim, o lado bom é que para o leitor parece uma conversa entre amigos, que é mais do que natural, o lado ruim é que as vezes Scorsese e Schickel estão falando sobre coisas bem aleatórias e em outros momentos as respostas são só “Claro”, “Pois é”, “isso mesmo”, dando a impressão que o livro não teve qualquer edição.

Nem preciso dizer que a edição é maravilhosa, já que é da extinta Cosac & Naify, que foi responsável por algumas das edições mais bonitas que temos por aqui.

Talvez se você não se interessa especialmente por cinema e nem se importa com quem dirigiu o que, o livro se torne um pouco maçante, mas não acho que o livro seja voltado só para os fãs de Scorsese, se você é só um admirador ou quer conhecer mais do trabalho e da vida dele, o livro é uma ótima pedida e se você é um fã, o livro é obrigatório.

 

Capa dura: 528 páginas

Editora: Cosac & Naify; Edição: 1ª (11 de outubro de 2011)

Idioma: Português

ISBN-10: 8540500175

ISBN-13: 978-8540500174

Dimensões do produto: 22,4 x 17,4 x 3 cm

Peso de envio: 839 g

Fonte: https://www.amazon.com.br/Conversas-com-Scorsese-Cole%C3%A7%C3%A3o-Internacional/dp/8540500175

Crédito da imagem: https://www.skoob.com.br/conversas-com-scorsese-196515ed219559.html

Um comentário em “Conversas com Scorsese, Richard Schickel”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s