livros

A Amiga Genial, Elena Ferrante

“Talvez eu tenha exagerado um pouco, mas foi só para dizer que o dinheiro precisa circular. Começa-se com um subsolo e, de geração em geração, pode-se ir bem longe.”

 Sinopse: Aclamada pela crítica e pelo público, Elena Ferrante se tornou conhecida por escrever sobre questões íntimas com muita clareza, sem se expor para divulgar seus livros. Sua ficção parece apresenta traços autobiográficos, mas não é possível identificar os pontos comuns entre sua vida e sua obra, uma vez que a escritora se recusa a comentar sua intimidade.
A Série Napolitana, formada por quatro romances, conta a história de duas amigas ao longo de suas vidas. O primeiro, A amiga genial, é narrado pela personagem Elena Greco e cobre da infância aos 16 anos. As meninas se conhecem em uma vizinhança pobre de Nápoles, na década de 1950. Elena, a menina mais inteligente da turma, tem sua vida transformada quando a família do sapateiro Cerullo chega ao bairro e Raffaella, uma criança magra, mal comportada e selvagem, se torna o centro das atenções. Essa menina, tão diferente de Elena, exerce uma atração irresistível sobre ela.
As duas se unem, competem, brigam, fazem planos. Em um bairro marcado pela violência, pelos gritos e agressões dos adultos e pelo o medo constante, as meninas sonham com um futuro melhor. Ir embora, conhecer o mundo, escrever livros. Os estudos parecem a melhor opção para que as duas não terminem como suas mães entristecidas pela pobreza, cansadas, cheias de filhos. No entanto, quando as duas terminam a quinta série, a família Greco decide apoiar os estudos de Elena, enquanto os Cerrulo não investem na educação de Raffaella.
As duas seguem caminhos diferentes. Elena se dedica à escola e Raffaella se une ao irmão Rino para convencer seu pai a modernizar sua loja. Com a chegada da adolescência, as duas começam a chamar a atenção dos rapazes da vizinhança. Outras preocupações tornam-se parte da rotina: ser reconhecida pela beleza, conseguir um namorado, manter-se virgem até encontrar um bom candidato a marido.
Mais que um romance sobre a intensidade e complexa dinâmica da amizade feminina, Ferrante aborda as mudanças na Itália no pós-guerra e as transformações pelas quais as vidas das mulheres passaram durante a segunda metade do século XX. Sua prosa clara e fluída evoca o sentimento de descoberta que povoa a infância e cria uma tensão que captura o leitor.

Fonte: https://www.amazon.com.br/Amiga-Genial-Elena-Ferrante/dp/8525060607

 

A Amiga Genial é um romance que fez um certo barulho na época de seu lançamento, principalmente porque ninguém de fato sabe quem é a autora, existe muita especulação em torno da identidade dela, mas pouco se sabe com certeza. O livro também é o primeiro romance de uma quadrilogia.

Independente disso, eu ouvi muita gente falando bem desse livro e recebi diversas indicações, por isso, eu estava com expectativas altíssimas para essa leitura.

O livro conta a história de Elena e Lila, duas meninas que moram em um bairro pobre de Nápoles e acabam se tornando amigas. O romance é narrado em primeira pessoa, por Elena e cobre a infância e a adolescência das meninas.

Eu achei a premissa do livro bem interessante e gostei da idéia dele ter duas meninas como protagonistas, e mais importante ainda, o livro não ser inteiramente focado em romances. Claro que a história tem romances, uma vez que narra o dia a dia dessas duas garotas, mas elas, mesmo vivendo nos anos 50, tem ambições além do casamento.

Também achei que o livro acerta muito quando fala do relacionamento entre duas melhores amigas, existe uma relação de amor, que pode facilmente chegar ao ódio e que passa muitas vezes pela inveja, e pela admiração, que está presente no livro do começo ao fim. Elena no começo, é considerada a menina mais inteligente da sala, enquanto Lila é estranha e arredia, mas a partir do momento que se descobre que Lila aprendeu a ler sozinha, Elena perde o seu lugar. Ela então, se contenta em ser a mais bonita das amigas, uma vez que é mais curvilínea que Lila e atrai a atenção dos rapazes com mais freqüência, mas então, a puberdade chega e Elena engorda e começa a ter espinhas e os rapazes passam a se interessar mais por Lila. E assim, as duas amigas estão sempre no limite entre o amor e o ódio.

Por outro lado, em vários momentos do livro, tanto Elena, quanto Lila parecem mais do que dispostas a fazer tudo uma pela outra.

A Amiga Genial se passa em Nápoles nos anos 50, e é interessantíssimo ser colocada em uma cidade que não conheço, numa época que não vivi. Enquanto lia o livro, eu pude conhecer um pouco dos hábitos dos moradores de Nápoles e assim, conheci uma realidade completamente diferente da minha.

Outra coisa que é muito interessante no livro é como as amigas sempre são mostradas como extremo opostos: mesmo Lila sendo extremamente inteligente, ela não tem a oportunidade de continuar seus estudos, restando a ela, apenas o casamento, já Elena, que era considerada a mais bonita, pode continuar seus estudos e tem oportunidades um pouco mais abrangentes que a amiga. Com isso, o leitor pode conhecer dois destinos completamente diferentes.

Como fala da infância e adolescência dessas duas meninas, A Amiga Genial também pode ser considerado um romance de formação. O livro nos apresenta todas as descobertas, sejam sociais, românticas ou sexuais pelas quais as meninas passam, e narra todas as dificuldades da adolescência.

Por outro lado, o livro é bem diferente dos livros que eu estou acostumada a ler, uma vez que ele narra o dia a dia desse bairro e não tem nenhum ponto de virada, o livro fala sobre a vida de pessoas comuns.

Talvez por isso ou porque eu recebi diversas recomendações, eu estava esperando algo mais e eu não achei o livro nada de especial. Ele é obviamente bem escrito e é capaz de entreter o leitor, mas para mim, não é tudo aquilo que todo mundo estava falando.

Claro que esse é só o primeiro livro da quadrilogia e estou disposta a ler a continuação, para poder dar uma opinião mais apurada da série toda.

Apesar disso, a leitura é extremamente fácil e é possível ler o livro de maneira bem rápida. Além disso, o livro tem um final que prende o leitor é impossível não querer ler o segundo livro.

A Amiga Genial é um livro que distrai e deixa o leitor interessado, mas devido ao enorme sucesso que ele fez é quase impossível chegar nele sem expectativas, o que pode causar um pouco de frustração.

 

Capa comum: 331 páginas

Editora: Biblioteca Azul; Edição: 1ª (10 de junho de 2015)

Idioma: Português

ISBN-10: 8525060607

ISBN-13: 978-8525060600

Dimensões do produto: 20,8 x 13,8 x 2,2 cm

Peso de envio: 372 g

Fonte: https://www.amazon.com.br/Amiga-Genial-Elena-Ferrante/dp/8525060607

Crédito da imagem: https://www.skoob.com.br/a-amiga-genial-452180ed512209.html

 

 

 

2 comentários em “A Amiga Genial, Elena Ferrante”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s