livros

A Mão Esquerda da Escuridão, Ursula K. Le Gun

“A verdade é uma questão de imaginação”

 

Sinopse: Genly Ai foi enviado a Gethen com a missão de convencer seus governantes a se unirem a uma grande comunidade universal. Ao chegar no planeta Inverno, como é conhecido por aqueles que já vivenciaram seu clima gelado, o experiente emissário sente-se completamente despreparado para a situação que lhe aguardava. Os habitantes de Gethen fazem parte de uma cultura rica e quase medieval, estranhamente bela e mortalmente intrigante. Nessa sociedade complexa, homens e mulheres são um só e nenhum ao mesmo tempo. Os indivíduos não possuem sexo definido e, como resultado, não há qualquer forma de discriminação de gênero, sendo essas as bases da vida do planeta. Mas Genly é humano demais. A menos que consiga superar os preconceitos nele enraizados a respeito dos significados de feminino e masculino, ele corre o risco de destruir tanto sua missão quanto a si mesmo.

Fonte: https://www.amazon.com.br/Esquerda-Escuridao-Ursula-Kroeber-Guin/dp/8576571846

 

A Mão Esquerda da Escuridão é o livro mais famoso de Ursula K. Le Guin. O livro é uma ficção cientifica, que como todos os bons livros do gênero fala sobre um terráqueo que vai para um planeta desconhecido, tentar convencer seus governantes a participarem de uma comunidade universal. Ao chegar lá, o homem se depara com um planeta completamente diferente da terra. O planeta em questão é extremamente frio e os nativos de lá são homens e mulheres ao mesmo tempo, de acordo com a sua vontade.

Acho que a coisa mais interessante do livro é justamente essa idéia de que as pessoas não tem um sexo definido, primeiro porque essa é uma ótima forma de falar sobre igualdade de gêneros, uma sociedade aonde todos sabem os ônus e prazeres de ser homem ou mulher, automaticamente faz com que todos os habitantes se tornem mais empáticos um com os outros. Tanto que no planeta aonde o livro se passa, não existe desigualdade ou preconceito de gênero.

Outra coisa que torna essa idéia interessante é o fato dela ser extremamente moderna, o livro foi publicado em 1969, uma época aonde mal se falava de homossexualidade, que dirá de pessoas que não se identificam com apenas um sexo. É como se a autora tivesse previsto tudo o que nós vemos hoje, por isso o livro é muito atual e fala facilmente com o público de hoje, que está vendo essa mudança de comportamento e vai falar com gerações futuras.

Também acho que um livro que fala tão diretamente sobre questões de gênero, mesmo sem falar abertamente sobre isso, só podia ter sido escrito por uma mulher, que como eu disse lá em cima, sabe os ônus e os prazeres de se identificar com o gênero feminino.

Isso também faz de A Mão Esquerda da Escuridão um livro bem diferente dos outros livros de ficção cientifica que existem por ai, aqui temos elementos já clássicos dessas narrativas, como viagens intergalácticas, naves espaciais e alienígenas, mas o mais interessante e mais relevante da narrativa é justamente essa diferenciação da espécie humana para a espécie descrita no livro.

Os outros aspectos do livro, por sua vez, não chamam tanta atenção assim, principalmente para mim, que não sou fã de ficção cientifica e tenho interesses pontuais no gênero. A autora constrói muito bem a primeira parte do livro, quando descreve esse planeta e os seus hábitos, mas a segunda parte do livro é um pouco arrastada e eu acabei dando umas travadas durante a leitura.

Outra coisa legal do livro é que no meio dos capítulos que narram a história, temos capítulos só com explicações relativas ao planeta que está sendo visitado, assim vamos conhecendo mais a fundo não só os costumes do lugar, mas também sua história e seu vocabulário.

Sem dúvida nenhuma, o livro exigiu muito da imaginação da autora, como todo livro que se passa em um mundo criado por seu autor exige, ele também se mantém moderno ainda hoje e com certeza é uma leitura interessante, pelo menos pela idéia principal que ronda o livro, até para quem não é fã de ficção cientifica.

 

Capa comum: 296 páginas

Editora: Aleph; Edição: 2ª (21 de outubro de 2014)

Idioma: Português

ISBN-10: 8576571846

ISBN-13: 978-8576571841

Dimensões do produto: 20,8 x 13,8 x 1,8 cm

Peso de envio: 381 g

Fonte: https://www.amazon.com.br/Esquerda-Escuridao-Ursula-Kroeber-Guin/dp/8576571846

Crédito da imagem: https://www.skoob.com.br/a-mao-esquerda-da-escuridao-12951ed473547.html

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s