livros

Poliana, Eleanor H. Porter

“O que a gente não conhece é sempre mais atraente do que aquilo que temos”

Sinopse: Quando da morte de seu pai, a menina de dez anos, que já era órfã de mãe, vai morar com a tia Paulina, uma solteirona rica, severa e pouco afetuosa. Mas a vida da pequena cidade de Beldingsville vai mudar com a chegada desta que se tornou a própria personificação do otimismo na literatura ocidental. Poliana nunca deixa de praticar algo que o pai criou e lhe ensinou: o jogo do contente — a tentativa de sempre se posicionar de maneira positiva frente às adversidades.

Fonte: https://www.saraiva.com.br/poliana-col-saraiva-de-bolso-3649452.html

 

Poliana, uma menina de 10 anos, acabou de perder seu pai, sua mãe morreu alguns anos antes, assim como seus irmãos, que morreram ainda bebês. Sem ter com quem ficar, Poliana vai morar com sua tia, irmã de sua mãe, em outra cidade.

A tia aceita a menina, mas não está feliz, pois não concordava com o casamento da irmã, ela também é uma mulher amarga e pessimista, o que destoa completamente de Poliana.

Poliana é um clássico da literatura mundial e é geralmente associado a literatura infantil, mas a verdade é que o livro pode entreter qualquer pessoa e certamente tem preceitos a ensinar a todos.

O mote do livro é a ideia do otimismo. Poliana, que é órfã de pai e mãe e está praticamente sozinha no mundo, aprendeu com seu pai um jogo que ela chama de “jogo do contente”, nele Poliana pensa em todos os pontos positivos que uma situação negativa pode trazer. Então, quando ela se vê sozinha e indo em direção a casa de uma parente que ela nunca conheceu e que está extremamente receosa de recebe-la, ela mesmo assim, consegue pensar na bondade da tia, que aceitou cuidar dela.

Já a tia de Poliana, Paulina é exatamente o oposto da menina, ela vive trancada na sua mansão, é amargurada, pessimista e trata mal todos ao seu redor. É natural que no começo, as duas se estranhem, mas com o tempo, Paulina começa a gostar de Poliana e a menina a ensina a pensar como ela.

Poliana não ensina só a tia a pensar diferente, mas também os criados da casa, uma vizinha que é doente, e até um vizinho que quase nunca sai de casa.

Não demora muito para que toda a cidade esteja não só gostando de Poliana, mas também participando do jogo com ela.

Poliana é sim, um livro voltado para o público infantil ou juvenil, mas não quer dizer que o livro não é capaz de entreter adultos. Com certeza, se você lê ele quando criança, você vai terminar a leitura cheio de novos ensinamentos, o que é mais difícil quando se é adulto. Mas mesmo que o livro seja lido na fase adulta, nada impede que o leitor tire algo da história.

Certamente o livro tem muitas coisas para ensinar e seria ótimo se a maioria de nós conseguisse pensar como Poliana.

A leitura é muito simples e muito rápida e a história prende o leitor, o que torna a leitura mais fácil ainda.

Poliana é um livro voltado para crianças, mas que agrada e ensina a todos, inclusive adultos.

 Autora: Eleanor H. Porter

Editora: Saraiva de Bolso

Ano da edição: 2010

Crédito das imagens: https://www.skoob.com.br/poliana-786850ed791937.html

 

 

Um comentário em “Poliana, Eleanor H. Porter”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s