livros

Absurdistão, Gary Shteyngart

“Quem eu gostaria de ser quando crescer? Eis uma pergunta que atormentava a minha geração até os quarenta anos.”

Misha Vaingerg é um cidadão russo, que sonha em morar em Nova York e vive uma vida sem preocupações, até o dia em que seu pai, um dos homens mais ricos da Russia, mata um cidadão americano, impedindo assim que Misha consiga seu visto.

Misha acaba em um pequeno país chamado Absurdistão, aonde um funcionário do consulado lhe garante que vai expedir um visto belga para ele, mas uma guerra eclode, impedindo Misha de sair do país.

A primeira coisa que se pode dizer sobre Absurdistão é que ele é um livro extremamente irônico, como é característico do estilo de seu autor. Algumas coisas no livro são de fato, muito engraçadas, especialmente as alusões irônicas e os estereótipos que Gary Shteyngart usa.

Por outro lado, o livro também fala muito de política, e da relação entre os países. Durante a leitura passamos por Nova York, Russia e o Absurdistão, o que se relaciona muito com a vida do autor, que é nascido na Russia, mas radicado nos Estados Unidos, mas isso também pode ser um problema se a pessoa que está lendo não entende tanto de política, especialmente da política dos países que aparecem na história.

Acho que esse foi um dos pontos que atrapalhou a minha leitura, eu não sou uma profunda conhecedora do assunto, por isso, não consegui captar muitas das referências que o autor faz e também por isso, não consegui achar graça em várias coisas. Eu imagino que o livro é bem mais interessante para quem está por dentro do que o livro trata.

Outra coisa que não me empolgou muito foi o protagonista. Eu entendo que ele é escrito assim justamente para que a gente ria dele, mas Misha é muito chato e extremamente infantil, assm é difícil torcer e até acompanhar um personagem desses, especialmente se a gente não gosta dele. O mesmo pode ser dito das relações que Misha mantém, as mulheres com quem ele sai, seus amigos, são todos caricaturas e, embora sejam personagens interessantes, não são legais.

Mas tem uma coisa muito legal que Shteyngart faz nesse livro, que ele acrescenta a si próprio na história, não como um alter ego, mas quase como ele mesmo. Tem um personagem no livro chamado Professor Shteynfarb, que é obviamente uma referência ao autor, essa sensação aumenta quando ficamos sabendo que ele também é um escritor nascido na Russia. E o mais interessante é que diferente de muitos autores que se colocam nas suas histórias como heróis e mocinhos, Shteyngart se coloca como um sacana, em um humor ácido que é típico dele.

De uma maneira geral, Absurdistão foi um livro decepcionante para mim. Desde que eu li Fracassinho: Memórias, do mesmo autor, que eu gostei muito, eu venho buscando outros livros dele para ler, talvez eu não tenha gostado tanto assim desse porque gostei muito do primeiro que eu li e tinha expectativas altíssimas. O que aconteceu é que a leitura de Absurdistão foi bem arrastada.

Não que Absurdistão seja um livro ruim, como eu disse, tem muitas pessoas, que se interessam pelo assunto e conhecem bastante sobre ele, que vão gostar muito da leitura, mas para mim, ela não funcionou muito bem. Shteyngart escreve muito bem e seu humor sarcástico é ótimo, o que me faz ter vontade de ler um terceiro livro dele para tirar a prova.

Absurdistão usa de humor para falar de situações reais e pode agradar quem se interessa por politica mundial, mas certamente não é um livro para todos.

Capa comum: 336 páginas

Editora: Rocco; Edição: 1ª (4 de setembro de 2008)

Idioma: Português

ISBN-10: 853252382X

ISBN-13: 978-8532523822

Dimensões do produto: 21 x 13,8 x 2 cm

Peso de envio: 399 g

Fonte: https://www.amazon.com.br/Absurdist%C3%A3o-Gary-Shteyngart/dp/853252382X

Foto: Fernanda Cavalcanti

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s