filmes

Filme: O Olho e a Faca, 2018

Roberto (Rodrigo Lombardi) é um homem que trabalha e uma base de petróleo, e passa muito tempo longe da sua esposa (Maria Luisa Mendonça) e dos filhos.

Enquanto está longe de casa, ele divide seu tempo entre o trabalho, um novo cargo que lhe dá novas responsabilidades e outra mulher (Débora Nascimento).

O Olho e a Faca é um filme um tanto quanto difícil de entender, ele basicamente narra o dia a dia dos trabalhadores da base de petróleo, o que faz pensar que talvez esse seja o público alvo da produção, já que o reconhecimento seria imediato. Quando pensando para um público mais geral, o filme deixa um pouco a desejar, uma vez que falta conflito na trama.

o-olho-e-a-faca01

O Olho e a Faca apresenta alguns pequenos conflitos, como a relação de Roberto com sua mulher, os problemas de comportamento que seu filho mais velho vem apresentando, sua relação com a amante, a maneira com que Roberto se relaciona com os colegas e uma tragédia que aconteceu no passado, mas nada disso se sustenta do começo até o final do filme e nada disso parece ter uma resolução.

Roberto não muda seu comportamento ao longo do filme, como geralmente acontece com protagonistas, a sensação que o telespectador tem é que o personagem não aprendeu nada com as suas experiências de vida.

Dessa maneira, O Olho e a Faca se torna um filme parado e tedioso, que se arrasta enquanto se ocupa em mostrar o dia a dia de um homem que não é nada extraordinário e que nem parece disposto a mudar isso, falta um ponto de virada.

o-olho-e-a-faca02

Como a trama do filme, outros aspectos seguem o estilo: os diálogos do filme parecem não fazer muito sentido e são jogados de maneira meio falsa, o elenco tem bons atores, mas nenhum deles apresenta uma grande atuação em O Olho e a Faca e para coroar tudo, ainda tem uma cena de sexo extremamente apelativa e desnecessária, repleta de nudez feminina, filmada de um ângulo muito próximo aos de filmes pornôs.

O Olho e a Faca tem alguns pontos positivos, como as cenas em que acompanhamos a trama do ponto de vista de Roberto, com uma câmera subjetiva, que nos mostra exatamente o que ele está vendo e o trabalho de som do longa também é interessante.

o-olho-e-a-faca03

Extremamente parado, com a apresentação de diversos conflitos (mas a resolução de nenhum) e uma falta de um ponto de virada, O Olho e a Faca é um filme que não empolga a platéia e parece não conseguir passar a mensagem que queria.

O filme entra em cartaz no dia 27 de junho.

 Título no Brasil: O Olho e a Faca

Título original: O Olho e a Faca

Diretor: Paulo Sacramento

Gênero: Drama

Nacionalidade: Brasil

Ano: 2018

Duração: 1h39

Elenco: Rodrigo Lombardi, Maria Luisa Mendonça, Luis Melo, Simone Illescu, Roberto Áudio.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s