livros

Beijo com Beijo, Roald Dahl

“Ganha-se de um lado, perde-se de outro”- A Senhora Bixby e o Casaco do Coronel

Beijo com Beijo é uma coleção de contos fantásticos de Roald Dahl, autor de Matilda e A Fantástica Fabrica de Chocolate.

Entre os contos presentes no livro estão William e Mary, que conta a história de uma mulher que descobre um segredo extremamente bizarro depois da morte de seu marido, Geléia Real, que é sobre um bebê que recusa leite e só tem interesse em comer o alimento que dá titulo ao conto e Porcos, que conta a história de um homem que deseja ser cozinheiro, mas tendo sido criado por uma vegetariana, nunca teve contato com nenhum tipo de carne.

Beijo com Beijo foi minha primeira experiência com o trabalho de Dahl voltado para o público adulto, e acho que isso é a parte mais interessante do livro.

Dahl é conhecido principalmente por seu trabalho voltado para o público infantil, embora na Inglaterra e nos paises de língua inglesa ele seja muito famoso e muito importante na época de alfabetização das crianças (mais ou menos como o Monteiro Lobato por aqui), aqui no Brasil, seu trabalho é mais conhecido pelas adaptações cinematografias que foram inspiradas nos seus livros.

Entre os trabalhos mais famosos e mais importantes de Dahl estão A Fantástica Fabrica de Chocolate, Matilda, O Bom Gigante Amigo, As Bruxas e James e o Pêssego Gigante (curiosamente, todos esses viraram filme), todos eles infantis, mas o que pouca gente sabe é que o autor originalmente queria escrever contos fantásticos, e que existe uma vasta quantidade de contos fantásticos escritos por Dahl, voltados para o público adulto.

Eu gosto muito dos livros infantis de Dahl, que eu li, em sua maioria, já adulta, por isso tinha muita curiosidade em conhecer esse outro lado do autor. Tenho que dizer que eu gostei muito de Beijo com Beijo, a seleção de contos é inteligente e os contos são ótimos.

É difícil achar um norte que coloque todos esses contos em uma categoria só, Dahl escreve sobre os mais variados temas e de maneiras bem diferentes, mas é possível dizer que todos eles são contos bizarros de alguma forma.

Os contos também são muito críticos, William e Mary, por exemplo, começa como um conto sobre luto e passa por uma fase que beira o terror, mas é também uma crítica ao comportamento machista, assim como Porcos é uma crítica a maneira com que usamos os animais ao nosso bel prazer. Outro ponto interessante é que se você pensar que a primeira edição de Beijo com Beijo é de 1960 e que talvez alguns desses contos tenham sido escritos bem antes disso, os assuntos abordados por Dahl são extremamente modernos.

Muita coisa do que está no livro ainda fala muito com as opiniões do dia de hoje e isso é surpreendente.

Também é legal notar que embora Dahl tenha feito uma carreira escrevendo livros infantis, existe relação entre os seus contos para adultos, que são em sua maioria bizarros e até perturbadores, com seus trabalhos infantis, que apesar de lembrados com muito carinho, tem suas próprias bizarrices, como a maneira como as crianças vão sendo eliminadas uma por uma em A Fantástica Fabrica de Chocolate ou os castigos aplicados em Matilda, que mais parecem sessões de tortura. Analisando bem é possível dizer que mesmo o trabalho infantil de Dahl tem sua ponta de bizarro, perturbador e macabro.

Claro que se você já tem uma propensão a gostar de histórias fantásticas, vai apreciar mais Beijo com Beijo, mas como Dahl escreve muito bem e a leitura flui de maneira muito natural, Beijo com Beijo é um ótimo entretenimento, também é uma ótima maneira de conhecer esse lado do autor, já que o livro tem diversas histórias pequenas e que pelo menos uma dela, provavelmente vai agradar o leitor.

Depois de ler Beijo com Beijo tive vontade de procurar outros trabalhos adultos do autor, uma vez que eu gostei muito do livro e queria me aprofundar mais. É extremamente interessante conhecer um autor que seja tão versátil a ponto de escrever livros infantis amados no mundo todo e contos tão bizarros que provavelmente não agradariam muitas pessoas.

Infelizmente o trabalho adulto de Dahl não é publicado no Brasil há um tempo, o que limita a compra de seus livros, inclusive Beijo com Beijo, ou a edições em inglês ou a sebos, aonde geralmente se encontram alguns títulos por valores bem baratos.

Beijo com Beijo é uma ótima coletânea de contos, que empolga e prende o leitor, e que mostra que Roald Dahl deveria ter muito mais reconhecimento do que ele tem.

Título no Brasil: Beijo com Beijo

Título original: Kiss Kiss

Autor: Roald Dahl

Gênero: Contos

Ano de lançamento: 1960

Editora: Marco Zero

Número de Páginas: 236

Foto: Fernanda Cavalcanti

 

2 comentários em “Beijo com Beijo, Roald Dahl”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s