livros

Uma Vida Interrompida- Memórias de Um Anjo Assassinado, Alice Sebold

“Eu queria subir pelas costas do meu pai abraçar seu pescoço, sussurrar em seu ouvido mas eu já estava ali em todos os poros e frestas.”

Susie Salmon tinha 14 anos quando foi estuprada e assassinada pelo seu vizinho. Quando Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado começa Susie já está morta e observa tudo do paraíso.

O paraíso de Susie é uma mistura do que ela conheceu em vida, portanto, ele se parece com a escola que ela freqüentava e tem uma gazebo, como ela sempre quis ter. Lá ela também conhece novas amigas que tentam explicar para ela o que aconteceu.

Enquanto isso Susie observa sua família e seus amigos na terra e percebe a falta que ela faz e como a sua morte pode afetar uma série de pessoas.

Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado é um livro diferente, ele pode ser considerado um policial, embora ele não vá completamente por esse caminho e pode até se enquadrar em um livro espírita, mas também não é só isso.

Embora o crime de Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado seja extremamente importante, uma vez que é ele que empurra a história para frente, sua investigação não é nem um pouco importante, pelo menos para o leitor.

Uma das primeiras cenas do livro é o assassinato de Susie, portanto sabemos quem foi, como foi e quase todos os detalhes do que aconteceu, os outros personagens do livro- os que estão vivos- desejam encontrar e punir o assassino de Susie, mas esse não é um mistério que permeia o livro. Também não acompanhamos muito da investigação do caso de Susie, por isso, Uma Vida Interrompida-  Memórias de um Anjo Assassinado não pode ser considerado um livro policial.

No entanto, ele não é totalmente um drama ou um livro espírito. A autora Alice Sebold parece mais interessada em nos falar sobre as conseqüências da morte de Susie, seja para quem a conhecia, seja para a própria Susie.

Do paraíso, Susie acompanha o casamento de seus pais se desmanchando aos poucos, sua irmã se endurecendo para evitar o sofrimento, seu irmão mais novo tentando entender o que aconteceu e seus amigos se perguntando o que aconteceu com ela e onde poderia estar seu corpo (só a orelha de Susie é encontrada), enquanto isso, seu assassino continua se desviando das investigações e sempre consegue escapar da policia, em muitos casos, ainda soando como um homem prestativo e gentil que só deseja ajudar uma família que acabou de perder a filha.

Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado tem pontos muito interessantes, o primeiro deles é a ideia de retratar a vida da família de Susie depois de sua morte e como a morte da menina afetou todo mundo de uma maneira diferente, é uma forma criativa de falar sobre um crime tão brutal, que também é extremamente realista.

A morte ou o sumiço de uma filha é um evento que pode modificar toda uma família, mas isso normalmente não é muito explorado em livros do gênero.

A criação do paraíso também é interessante, ele soa mais ou menos como um país das maravilhas, que é feito de maneira quase pessoal para Susie, por isso, a cada momento a menina está em um lugar diferente, mas se em alguns momentos ela está em lugares que fazem parte dos seus sonhos, em outros ela está em paisagens dignas de pesadelos.

No paraíso, Susie também tem que enfrentar seus medos, suas inseguranças e sua morte. Lá ela tem acesso a outras vitimas de seu assassino, podendo inclusive ter contato com elas.

Esse é outro ponto que chama a atenção em Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado, embora o leitor saiba quem é o assassino desde o começo, o conhecemos tão superficialmente quanto Susie. O Sr. Harvey aparece como o vizinho de Susie, que ela sempre achou esquisito, mas que ela acreditava ser inofensivo.

Ao longo do livro no entanto, Susie vai descobrindo mais coisas sobre a sua vida, a violência que envolveu sua infância, seus primeiros crimes e as diversas vitimas por quem ele foi responsável.Essa é uma maneira interessante de apresentar um personagem tão cruel, e nos explica o que ele é, mas não dá justificativas para o seu comportamento.

Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado também não é um livro que quer falar sobre justiça, mesmo porque por mais que o Sr. Harvey seja punido, Susie vai continuar morta, o livro parece querer falar sobre liberdade e perdão. Susie fica anos e anos presa em um nível do paraíso, porque não consegue superar a maneira com que morreu e porque deseja vingança, a menina demora a entender que para se ver liberta daquilo, ela precisa esquecer o que aconteceu com ela em vida.

Isso pode desagradar muitos leitores que desejam, assim como Susie, que o Sr. Harvey pague pelo o que fez, mas tem uma relação direta com a experiência da própria autora. Sebold foi estuprada quando tinha 18 anos e algum tempo depois deu de cara com seu estuprador enquanto andava na rua (ela conta sobre seu estupro no livro Sorte- Um Caso de Estupro), ela mesma teve que aprender a lidar com o que lhe aconteceu, uma vez que mesmo com o criminoso preso, ela continuaria carregando aquela violência pelo resto da vida, da mesma maneira que Susie.

É interessante também ressaltar que embora Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado fale sobre a vida após a morte e sobre paraíso, ele não é um livro religioso ou que defende ideais religiosos. Religiões não são mencionadas e o paraíso parece ser a maneira que Sebold encontrou de colocar Susie observando os vivos sem transformar o livro em uma história de fantasmas.

Por outro lado, como a trama do livro se passa em diversos anos, ele começa a se tornar um pouco cansativo com o tempo, já que começamos acompanhar a história da família Salmon quando a irmã mais nova de Susie tem 13 anos e terminamos quando ela já é uma mulher casada. Mesmo que o livro aborde muitos assuntos, e que o caso de Susie fique aberto durante muito tempo, em alguns momentos, parece que estamos lendo algumas cenas que não precisavam estar no livro e que não são tão interessantes.

Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado é uma visão diferente e inovadora de um crime brutal, que trás a tona assuntos importantes, mas que se alonga um pouco mais do que deveria.

 Título no Brasil: Uma Vida Interrompida- Memórias de um Anjo Assassinado

Título original: The Lovely Bones

Autor: Alice Sebold

Gênero: Drama, Suspense

Ano de lançamento: 2002

Editora: Casa dos Livros

Número de Paginas: 308

Foto: Fernanda Cavalcanti

 

3 comentários em “Uma Vida Interrompida- Memórias de Um Anjo Assassinado, Alice Sebold”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s