livros

A Vegetariana, Han Kang

“Depois de rir por alguns minutos, pensava que a vida era mesmo estranha. As pessoas comiam, bebiam, tomavam banho e seguiam vivendo mesmo depois de passar por acontecimentos terríveis.”

Depois de um sonho repleto de sangue, Yeonghye decide que nunca mais vai comer carne. O vegetarianismo é o primeiro passo para uma série de abandonos a que Yeonghye se dispõe.

Esses pequenos atos mudam não só a vida da protagonista, mas também a das pessoas ao seu redor.

A Vegetariana se divide em três partes, a primeira é narrada pelo marido de Yeonghye, a segunda é narrada pelo cunhado de Yeonghye e a terceira é narrada pela irmã de Yeonghye. O que salta aos olhos depois de notar tudo isso é que a própria Yeonghye não tem voz na sua história, o leitor em momento nenhum fica sabendo o que ela pensa realmente, só ficamos sabendo o que ela diz e o que as pessoas concluem sobre ela.

Isso faz muito sentido dentro da trama e talvez seja um dos motivos pelos quais, Yeonghye decide mudar sua vida. O que ela faz quando resolve ser vegetariana é o começo de uma quebra de padrões, que vai se repetir durante o livro todo.

Não é de se estranhar que uma simples decisão de vida de Yeonghye, por mais estranha que seja na cultura onde a personagem está inserida, toma proporções absurdas e até trágicas.

O vegetarianismo de Yeonghye perturba tanto sua família que eles fazem de tudo para demovê-la, ninguém consegue aceitar que Yeonghye talvez queira ter uma vida diferente da que ela tinha e consequentemente, das deles. Tudo isso conversa com a opressão as mulheres que ainda existe nos dias de hoje.

Yeonghye pode levar a mudança e a autoridade sobre a sua própria vida a níveis muito mais altos do que a maioria das pessoas, mas a reação de seus familiares as suas decisões reverberam o controle que o mundo quer ter sobre o corpo, a mente e as decisões das mulheres.

A Vegetariana é um livro que fala sobre feminismo, embora não fale diretamente sobre isso, aliais esse termo não é mencionado em momento nenhum do livro, mas é um tema extremamente presente.

É curioso, no entanto, que um livro que aborda questões feministas, não dê voz a sua protagonista e deixe o leitor conhecer Yeonghye apenas pelos olhos de outra pessoa, mas isso também faz com que a autora não precise explicar a sua protagonista em nenhum momento e assim, o mistério do porque ela resolveu mudar de vida permanece em segredo. Ouvimos diversas teorias e elucubrações, mas nunca podemos ter certeza.  Yeonghye é tão misteriosa para nós, quanto é para a sua família.

A Vegetariana também é um livro perturbador, não só pelo seu tema, mas porque tem cenas pesadas. Óbvio que ele não é um livro de terror ou de suspense, mas as descrições dos sonhos de Yeonghye são assustadoras e fazem o leitor compreender porque ela resolve mudar. Além disso, o livro tem diversas outras cenas violentas e sangrentas.

Não é só nesses momentos que A Vegetariana pode deixar o leitor de boca aberta, ele tem um clima perturbador, porque se percebe que algo muito estranho está acontecendo ali, mas não é possível pontuar exatamente o que é e a partir daí, tudo vai se tornando cada vez mais bizarro e sinistro.

A leitura de A Vegetariana é fácil e rápida, o tema é interessante, o livro é bem escrito e relativamente curto, o que facilita. Se a pessoa estiver presa na história, pode facilmente ler o livro em um dia.

A Vegetariana é um bom livro, repleto de camadas, que com certeza vai surpreender o leitor.

Titulo no Brasil: A Vegetariana
Título original: 채식주의자

Autor: Han Kang
Gênero: Drama
Ano de lançamento: 2007
Editora: Todavia
Número de Paginas: 176

Foto: Fernanda Cavalcanti

2 comentários em “A Vegetariana, Han Kang”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s