livros

A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, Martha Batalha

“Se Eurídice queria casar? Talvez. Para ela o casamento era algo endêmico, algo que acometia homens e mulheres entre os dezoito e vinte e cinco anos. Tipo surto de gripe, só que um pouquinho melhor. O que Eurídice realmente queria era viajar o mundo tocando sua flauta. Queria fazer faculdade e engenharia e manter-se fiel… Continuar lendo A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, Martha Batalha