livros

Mulherznhas, Louisa May Alcott

“O dinheiro é um bem necessário e precioso e, quando bem aplicado, também é algo nobre. Mas nunca quero que pensem que é o principal ou o único prêmio pelo qual se deve lutar”

Mulherzinhas acompanha as irmãs March: Meg, Jo, Beth e Amy, quatro garotas que vivem com a mãe na época da guerra civil americana. O pai, naturalmente, está na guerra e as meninas se viram como podem.

Mulherzinhas (que também é conhecido como Adoráveis Mulheres) é um clássico da literatura mundial.

Mulherzinhas é um livro relativamente simples, mas é natural que assim o seja, uma vez que é um livro voltado para o público infantil ou juvenil. Basicamente, o livro acompanha a vida das quatro irmãs March, que tem personalidades bem diferentes e que se complementam.

Meg, a mais velha, é também a mais bonita e por isso, mais vaidosa. Ela sonha em se casar e ter uma família, mas diferente de suas amigas, ela não procura especificamente um marido rico. Jo, a segunda filha, que também é a protagonista do livro, é o oposto da irmã e deseja ter uma carreira como escritora.

Já Beth, deseja ser uma pintora famosa, enquanto Amy, a filha mais nova, quer ser pianista. Óbvio que as coisas na vida das irmãs não são perfeitas e a família enfrenta diversos problemas. Primeiro, as cinco mulheres (as irmãs e a mãe) vivem sozinhas na casa, à espera do pai que está na guerra, a família também é pobre e ao longo do livro, as irmãs também tem que lidar a com a doença de Amy.

Mulherzinhas não é um livro de reviravoltas, embora algumas coisas possam marcar alguns momentos do livro, como o momento que elas conhecem Laurie, o vizinho, as festas que Meg e Jo frequentam e a doença de Amy.

O livro é muito famoso e muito importante nos Estados Unidos, mas nunca teve tanto apelo aqui no Brasil, e talvez eu tenha lido o livro esperando muito dele, em função dessa fama. Outro ponto que se deve ressaltar é que como o livro é voltado para o público juvenil, ele funciona muito melhor com esse público. Quando você lê Mulherzinhas com um pouco mais de idade, o livro pode ser um pouco sem graça.

No entanto, é importante ressaltar que o livro tem sim, características muito feministas, especialmente para a época em que ele foi escrito. Primeiro porque o livro foi escrito por uma mulher em uma época em que não era comum mulheres publicarem livros, segundo porque o livro tem, basicamente, personagens femininas e o leitor é exposto a todos esses pontos de vistas. Os personagens masculinos aparecem muito pouco e sempre circundam as mulheres.

Mas o aspecto mais feminista de Mulherzinhas sem dúvida é Jo, que é completamente diferente da ideia que se tem das mulheres da época. Jo é uma tomboy, que não liga para roupas ou penteados, corajosa e determinada, ela faz o que precisa para ajudar em casa. Seu sonho é se tornar uma grande escritora e algumas vezes, ela até consegue vender as suas histórias. É interessante que um livro tão antigo tenha uma personagem feminina tão forte e tão distante do ideal feminino da época, como o livro, é voltado para o público mais novo e penso eu, que tem mais apelo entre as meninas, é legal que os leitores possam ter Jo como um exemplo.

Mulherzinhas tem personagens marcantes e relativamente bem-criados, é interessante acompanhar algumas das tramas que são expostas no livro, mas de uma maneira geral, o livro é bem simplesinho. Não que Mulherzinhas seja um livro ruim, ele só é bobinho.

Independente disso, Mulherzinhas é um clássico e naturalmente, tem a sua importância, tanto que é lembrado até hoje e é material para filmes e séries, além disso, a escrita de Louisa May Alcott é boa e o livro flui relativamente rápido, o que é um ponto positivo.

Só é importante lembrar que em alguns lugares o livro foi dividido em duas partes e algumas edições ainda são assim, por isso, é bom prestar atenção na hora da compra.

Mulherzinhas é um clássico e por isso, já é uma leitura interessante, talvez ele vá agradar mais ao público jovem, mas ainda assim é um livro importante e que tem seus méritos.

Título no Brasil: Mulherzinhas (ou Adoráveis Mulheres)

Título original: Little Women

Autora: Louisa May Alcott

Gênero: Drama, romance

Ano de lançamento: 1868

Editora: Companhia das Letras

Número de Páginas: 592

Foto: Fernanda Cavalcanti

Um comentário em “Mulherznhas, Louisa May Alcott”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s