livros

De Volta Para Ela, Lauren Gallagher

“Você não tem filhos esperando que eles se encaixem nas suas categorias. Desde que não sejam assassinos em série, você aceita quem e o que são”.
Trevor Larson é filho de um militar e em função da carreira do pai leva uma vida diferente da maioria dos adolescentes. Ele se muda muito e está acostumado a viver em bases militares. Por sorte, essas bases são cheias de outros filhos de militares, com quem Trevor pode fazer amizades.
Quando vivia em Okinawa, Trevor ficou muito próximo de Brad Gray, mas quando Trevor se mudou, Brad cortou todo e qualquer contato que os dois tinham.
Quatro anos depois, quando Trevor e a família estão vivendo na Espanha, Brad ressurge e diz que deseja rever o amigo e conta que na verdade, ela é uma mulher transgênera, que agora se chama Shannon. Trevor aceita a amiga da maneira que ela é, mas fica surpreso quando começa a sentir algo mais por ela.
De Volta Para Ela tem uma premissa interessante e diferente. Acompanhamos Trevor, um adolescente que viaja o tempo todo e que não consegue formar laços de amizades duradouros com ninguém, o seu único amigo é Brad, que vive em uma situação similar a sua. Quando Brad, inesperadamente corta o contato com Trevor, ele segue sua vida, mas sempre sente falta do amigo.
Para a surpresa de Trevor, Brad volta a procura-lo, mas agora ele tem a aparência física de uma garota e se chama Shannon e revela para o amigo que é uma mulher transgênera. Trevor aceita Shannon como ela é, e começa a se questionar se o que sente por ela é só amizade.
De Volta Para Ela se define como um livro de romance, mas ele tem muitos aspectos diferentes dos livros do gênero. Primeiro ele foge dos protagonistas clássicos e óbvios, por várias razões. Trevor e Shannon são adolescentes, que é um grupo que geralmente não é contemplado em livros do gênero, que muitas vezes querem retratar cenas de sexo muito explicitas, e Shannon é uma mulher transgênera, o que é raríssimo em livros de qualquer gênero.
Quando a autora escolhe falar de uma personagem transgênera e mais ainda, colocar ela como protagonista, o livro se torna uma obra de representação. Em De Volta Para Ela, acompanhamos a história do ponto de vista tanto de Trevor, quanto de Shannon, em capítulos intercalados, o que nos dá uma visão de como os dois estão se sentindo e mais ainda, uma noção de como é a transição de Shannon e, portanto, nos coloca, mesmo que de maneira breve na pele de uma mulher transgênera.
Também é muito interessante colocar essa personagem em frente ao seu primeiro amor, é muito difícil encontrar uma história que trate desses temas e que envolvam personagens trânsgeneros, e Lauren Gallagher não foge de nenhum tema, por mais incomodo que ele pareça, ela fala sobre as dúvidas de Shannon, de Trevor, sobre sexualidade, questionamentos, medos e preconceitos. Se De Volta Para Ela apresentasse dois personagens cisgêneros, que se apaixonam, ele seria outro livro young adult, que poderia ser fofinho, mas que não traria nada de novo, com a premissa que ele tem, no entanto, ele se torna um livro diferente e importante.
Outro ponto que é interessante no livro é que embora ele se passe em uma base militar e nos apresente personagens que são militares ou filhos de militares e que tem uma fama de serem mais conservadores, existem poucos personagens preconceituosos no livro. Os pais de Shannon aceitam a filha no momento em que ela conta para eles que é transgênera, Trevor, que já aceitava Brad quando ele se assumiu gay, aceita Shannon e mais tarde, se apaixona por ela, os pais de Trevor também não tem nenhum problema com a garota e o grupo de amigos dos dois também é super receptivo.
Claro que Gallagher fala sobre o preconceito que Shannon e mais tarde Trevor, enfrentam, porque nem todo mundo que eles conhecem aceita Shannon ou o relacionamento dela e de Trevor, mas é legal que as pessoas de quem Shannon gosta e que estão próximas dela são boas pessoas. Isso torna o livro um pouco irrealista? Sim, mas uma vez que estamos na chave do romance, onde tudo é idealizado e perfeito, não é um problema tão grande.
A premissa do livro de uma maneira geral, não é exatamente criativa, segue o roteiro clássico do romance adolescente, Trevor percebe que está gostando de Shanon e Shannon admite que sempre gostou do amigo e então acompanhamos os dois flertarem, ao mesmo tempo que se questionam se a paixão é reciproca, mas o fato de apresentar como protagonista uma personagem transgênera e dar visibilidade a essas pessoas é um ponto a mais em De Volta Para Ela.
A leitura é bem fácil, o livro é curto e a escrita de Gallagher, embora não seja maravilhosa e perfeita, funciona. O livro prende o leitor, que se apega aos personagens e quer saber o que vai acontecer.
De Volta Para Ela poderia ser um livro adolescente como outro qualquer, mas quando fala de uma minoria que não tem quase nenhuma representatividade na literatura, ele se sobressai e acaba divertindo o leitor.
Título no Brasil: De Volta Para Ela
Título original: Having Her Back
Autora: Lauren Gallagher
Tradutor: A.J Ventura
Gênero: Romance, Young Adult
Ano de lançamento: 2017
Editora: Cherish Books
Número de Páginas: 272

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s