Adaptações, filmes

Filme: Por Lugares Incríveis, 2020

Theodore Finch (Justice Smith) é um jovem depressivo que vive pensando em suicídio e Violet Markey (Elle Fanning) é uma adolescente que ainda não conseguiu lidar com a morte de sua irmã.

Um dia, Violet resolve que vai pular de uma ponte, mas Finch, que está lá pensando em fazer o mesmo, a interrompe. Os dois então, ficam amigos e resolvem fazer um trabalho para a escola, onde precisam visitar lugares inusitados no estado onde moram.

Finch e Violet começam a se ajudar e acabam se apaixonando.

por-lugares-incriveis01

Por Lugares Incríveis é inspirado no livrode mesmo nome de Jennifer Niven.

Por Lugares Incríveis é bem fiel a sua obra original. Ele apresenta boa parte dos personagens que aparecem no livro, que são retratados no filme quase com os mesmos objetivos. Ele faz, no entanto, pequenas mudanças, que não mudam a trama e que se fazem necessárias na transição.

Violet e Finch se conhecem porque os dois estão depressivos e começam um relacionamento que é baseado na dependência de um no outro, claro que um também ajuda na cura do outro.

por-lugares-incriveis02

Mas também é porque o filme é extremamente fiel ao livro que ele repete os mesmos problemas da obra original. O relacionamento entre Finch e Violet é retratado como idílico, mas não é exatamente saudável, uma vez que enquanto Violet é uma jovem que ainda está de luto pela morte da irmã, Finch é um adolescente com problemas um pouco mais sérios e conforme Violet vai melhorando, Finch vai sucumbindo.

Claro que a ideia pode ser mostrar uma relação disfuncional, mas não é assim que o relacionamento entre Finch e Violet é pintado, o telespectador acompanha o romance se desenvolver, por isso, é complicado se dissociar dele quando as coisas começam a decair.

A trama dos lugares inusitados, no entanto, é bem legal e apresenta uma série de cenas de Finch e Violet se divertindo nos mais variados tipos de passeios.

ALL THE BRIGHT PLACES

Uma vez que o filme é muito parecido com o livro, a graça de assistir ao filme é só ver o que se imaginou concretizado na tela, no entanto, o livro ainda se sai melhor que o filme. Isso porque embora o longa tenha uma boa produção e seja repleto de momentos simpáticos, ele também vai ficando um pouco parado com o tempo, a ideia, por exemplo, de filmar o casal, sem falas, apenas namorando e se divertindo, com uma música de fundo – técnica muito comum em comédias românticas- deixa o filme pouco dinâmico e parado.

Claro que se deve elogiar a produção, a cidade pequena onde a trama se passa é bem caracterizada, assim como os cenários e figurinos, além disso, o filme tem um bom elenco. A ideia de escalar um ator negro para interpretar o protagonista, quando no livro não tem quase nenhuma indicação de suas características físicas, certamente é interessante e Justice Smith se sai muito bem, assim como Elle Fanning, que não só combina com a descrição de Violet que está presente no livro, como parece ideal para o papel. Ela também está ótima na pele da personagem, e como sempre, consegue trazer uma empatia para a sua personagem, que no livro é arrogante em alguns momentos.

No entanto, o filme dá pouco espaço aos outros personagens do livro, entre eles, os amigos de Finch, que são divertidos e que tem bons momentos.

por-lugares-incriveis04

Fica claro que Por Lugares Incríveis, tanto o livro, quanto o filme, tem boas intenções, ele quer falar sobre distúrbios mentais e embora consiga apresentar isso, não desenvolve o assunto da maneira que deveria, uma vez que passa mais tempo mostrando o namoro de Finch e Violet do que discutindo temas mais importantes.

É certo que o filme vai agradar os fãs do livro, já que eles são muito parecidos, para o resto do público ele soa como um romance que tenta se aprofundar em outras questões, mas que não vai a muitos lugares.

Título no Brasil: Por Lugares Incríveis

Título original: All the Bright Places

Diretor: Brett Haley

Gênero: Romance, drama

Nacionalidade: EUA

Ano: 2020

Duração: 1h47min

Elenco: Elle Fanning, Justice Smith, Keegan-Michael Key, Alexandra Shipp, Luke Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s