livros

O Circo da Noite, Erin Morgenstern

“Como você vê, as cicatrizes duram mais que a batalha”

Celia é filha do grande ilusionista Hector Bowen e como o seu pai, também tem poderes mágicos. Seu pai então, resolve propor que ela entre em um duelo, com alguém escolhido por Alexander, outro grande mágico, com quem Hector vem batalhando a décadas.

Alexander sai em busca de um combatente que faça jus ao talento de Celia, e encontra o órfão Marco Alisdair, a quem ele resolve ensinar tudo o que sabe, para prepara-lo para o duelo.

Celia e Marco crescem afastados um do outro, mas se encontram em um misterioso circo e acabam se apaixonando, sem nem desconfiarem que eles estão destinados a lutarem até que um deles morra.

A sinopse de O Circo da Noite é um pouco confusa, mas é porque o livro em si, é um pouco confuso. A história se passa em diversos períodos de tempo e em países e cidades diferentes, e isso vem especificado no começo do capitulo, mas mesmo assim, é difícil de acompanhar tudo que acontece em O Circo da Noite.

A história começa com Celia, ainda criança, chegando a casa de Hector e conhecendo seu pai pela primeira vez, logo ele descobre que ela tem poderes e começa a treina-la e não demora para que o seu destino esteja preso ao de alguém com quem ela vai lutar no futuro.

Logo depois disso, começamos a acompanhar Marco, que é um órfão, que foi resgatado por Alexander para batalhar contra Celia. Os dois crescem e os leitores seguem acompanhando a vida de cada um. Até essa parte, a trama é clara e interessante. Fica evidente desde o começo que eles vão se encontrar em algum momento e não é um problema saber disso, já que o leitor se prende em saber como eles vão se encontrar.

O livro até joga diversas pistas falsas, fazendo com que o leitor acredite que Celia e Marco finalmente se encontraram, para depois, descobrir que não é bem assim e isso segura a atenção por um tempo.

As coisas começam a ficar um pouco mais complicadas quando outros personagens começam a ser introduzidos na história, como os gêmeos, Widget e Poppet Murray, que nascem no circo e que nós acompanhamos o crescimento, no entanto, enquanto os gêmeos se tornam adolescentes, todos os outros personagens continuam iguais. Tudo bem que O Circo da Noite é um livro fantástico, que apresenta uma realidade com elementos mágicos, mas mesmo com isso, em mente, a história é atrapalhada.

O leitor acompanha uma série de pontos de vistas diferentes e embora seja fácil reconhecer quem é quem, não é sempre possível entender qual é a relação daqueles personagens entre si.

O romance entre Celia e Marco, que é o grande carro chefe do livro, até é bem desenvolvido, embora eles se sintam atraídos um pelo outro assim que se conhece – o que pode ser explicado pela ligação que os dois tem em função da batalha – demora um tempo para que eles se apaixonem e a trama é crível.

O resto da trama, no entanto, não prende tanto. Talvez porque a ideia seja focar mais no romance e o resto da história fique parecendo mais um pano de fundo para a relação de Celia e Marco.

A leitura do livro é relativamente fácil e a escrita da autora também é simples, por isso, a leitura também é rápida, o que dificulta um pouco são as idas e vindas no tempo e espaço.

O Circo da Noite tem um bom cenário – que é bem descrito pela autora – e uma boa premissa, mas se perde um pouco nas suas tramas e subtramas.

Título no Brasil: O Circo da Noite

Título original: The Night Circus

Autora: Erin Morgenstern

Gênero: Fantasia, Romance

Ano de lançamento: 2011

Editora: Intrínseca

Número de Páginas: 368

Foto: Fernanda Cavalcanti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s