livros, Quadrinhos

Wytches, Scott Snyder e Jock

“Melhor coisa é não ter filho, Reg. Sério. Você nunca mais tem liberdade. É amor demais. É tipo um órgão que saiu do teu corpo e tá andando por aí. Nessa porra desse mundo dando oi pros outros. E você passa o dia. Todos os dias, com medo”

A família Rook se muda para a pequena cidade de Litchfield, depois que Sail, a filha, sofre um trauma na cidade grande. No entanto, Litchfield parece o lar de uma força sobrenatural que afeta não só Sail, mas também seus pais, Charlie e Lucy.

Quando Sail desaparece, Charlie vai fazer de tudo para trazer a filha de volta.

wytches01

Não existe muito mistério ao redor do tema de Wytches, afinal, o nome da graphic novel já revela que a história é sobre bruxas, então, uma vez que não existe uma surpresa em relação ao tema, cabe aos autores trazerem outros diferenciais.

Wytches de fato os tem. O primeiro é a representação das bruxas (que aqui são chamadas de “brvchas”), as bruxas de Wytches são completamente diferentes da ideia que nós temos e da figura que é comumente associada as bruxas nas obras de ficção. Aqui elas são magras, carecas e tem uma conexão direta com a floresta, essas bruxas também são bem mais assustadoras do que aquela bruxa clássica, com verruga no nariz e chapéu pontudo, especialmente para o público adulto, que é o público alvo de Wytches.

Outro ponto que faz de Wytches muito mais do que só uma história de bruxas é a relação entre os personagens e mais especificamente entre Charlie e Sail. A graphic novel usa de vários clichês do gênero do terror, como a adolescente solitária, a mudança em função de um trauma, que não foi muito bem explicado e a cidade pequena como pano de fundo, mas tem personagens muito bem desenvolvidos.

wytches02

Sail, por exemplo, é uma adolescente tímida e quieta, que depois do seu trauma tem ainda mais dificuldade para se enturmar, mas que também sofre de ansiedade, o que aumenta a veracidade do seu personagem. Já Charlie está escrevendo uma história em quadrinho e está completamente focado no seu trabalho, mas também está disposto a fazer tudo pela filha.

Os personagens de Wytches parecem pessoas reais e são bem desenvolvidos, mesmo que a história por si só, seja curta, por isso, quando as coisas sobrenaturais começam a acontecer, o leitor acredita nelas, uma vez que a trama sai de uma história comum, protagonizada por uma família como qualquer outra.

O desenho de Jock é muito bom e também muito assustador, as cenas combinam muito com a história e tudo se complementa. A graphic novel, no entanto, é um pouco escura, o que claro, faz muito sentido em uma trama de terror, onde a floreste e o que se esconde nela são uma grande ameaça, mas isso pode incomodar algum leitor que queira ter uma visão mais clara do desenho e automaticamente da história.

wytches03

Outro grande diferencial da edição da Darkside Books é que ela vem com uma série de textos de Scott Snyder no final, onde ele explica da onde surgiu a ideia para a história e o que ele queria passar. Claro que a trama de Wytches fala por si mesma, mas é sempre interessante ler o que o autor tem para falar e Snyder escreve muito bem, o que torna a leitura ainda mais prazerorsa.

Além disso, a edição é em capa dura e muito bonita, como é comum no trabalho da editora.

wytches04

Graphic Novels normalmente tem leituras rápidas, Wytches tem pouco texto, porque a imagem fala por si em muitos momentos e como a trama é boa e a leitura é muito fácil, ela acaba se tornando uma leitura bem rápida, o que é uma pena, porque seria interessante passar mais tempo naquela história.

Wytches até apresenta alguns clichês do terror, mas traz personagens fortes e tramas inovadoras que prendem o leitor e fazem dessa graphic novel uma história assustadora e por isso mesmo, ótima.

Título no Brasil: Wytches

Título original: Wytches

Autores: Scott Snyder, Jock

Tradução: Érico Assis

Gênero: Graphic Novel, Terror

Ano de lançamento: 2017

Editora: Darkside Books

Número de Páginas: 192

Fotos: Fernanda Cavalcanti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s