livros

Primeiras impressões: Facínora, Augusto Camilo

Depois do assassinato de Neil, seus amigos Ander, Evie, Mark, Natasha e Rodrigo se veem de frente a uma série de assassinatos assombrando a cidade e resolvem investigar antes que algo pior lhes aconteça.

Em muitos sentidos, Facínora começa como um livro de suspense, ele tem um assassinato misterioso, uma cidade pequena, uma investigação policial e pessoas dispostas a entender o que acontece ali. A diferença aqui fica por conta dos personagens principais, que são adolescentes e do cenário, que é, quase sempre, a escola onde esses personagens estudam. Neil, a primeira vítima e que dispara a série de assassinatos também é um adolescente, que frequentava a mesma escola.

A ideia parece ser explorar esse universo mesmo, já que embora adolescentes, na teoria, estejam menos preparados para um evento tão traumático quanto um assassinato, eles também são mais destemidos e se preocupam pouco com o perigo, o que justificaria a vontade deles de realmente investigar os crimes, mesmo estando de frente a uma série de assassinatos, que certamente não faz parte do universo deles.

O mistério que o livro emplaca logo no começo, rapidamente prende o leitor, justamente por ele ser inusitado, afinal de contas, como que um adolescente se envolveria com um assassinato? E é isso que faz com que o leitor queira mergulhar nessa história e descobrir mais, ainda mais quando ficamos sabendo que quem vai investigar o caso são outros adolescentes.

Facínora tem vários personagens e o interessante é que ele explora os pontos de vistas de todos eles. Cada capítulo é narrado em primeira pessoa por cada um desses personagem, o que dá ao leitor acesso a tudo que essas pessoas estão pensando. Também é assim que conhecemos a história de vários pontos de vistas diferentes e que também sabem coisas diferentes, o que é uma ótima forma de se escrever um livro de suspense, onde o tema principal é uma série de assassinatos, já que conforme lemos histórias diferentes, conhecemos detalhes que não tínhamos lido antes e vamos fazendo a nossa própria investigação.

Dessa maneira, Facínora não só nos apresenta um mistério instigante, como também vai revelando ele aos poucos, através da narração de cada personagem.

Facínora é uma leitura rápida e que prende o leitor, o seu mistério faz com que o público queira ler até que ele seja resolvido, ou pelo menos, compreendido.

Facínora é uma ótima opção para os fãs de livros do gênero, mas pode agradar qualquer pessoa que goste de uma boa história.

Título no Brasil: Facínora

Título original: Facínora

Autor: Augusto Camilo

Gênero: Suspense, Terror

Ano de lançamento: 2021

Editora: Alarde

Número de Páginas: 264

Link para compra: https://editora-alarde.lojaintegrada.com.br/facinora

2 comentários em “Primeiras impressões: Facínora, Augusto Camilo”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s