Crime real, série

5 séries documentais sobre crimes reais – parte II

1- Morte na Mansão: Rebecca Zahau (2019): A história de Rebecca Zahau e da mansão que dá nome á série é no mínimo curiosa e tem potencial para dar calafrios a audiência.

Rebecca Zahau, nascida em Myanmar, já morava nos Estados Unidos a quase dez anos, e namorava com Jonah Shacknai, CEO da Medicis Pharmaceutical. Shacknai era um dos CEOs mais bem pagos do Arizona e também dono da mansão onde Rebecca, Shacknai, Max, o filho dele de outro casamento e Xena, a irmã mais nova de Rebecca, passavam alguns dias.

No dia 11 de julho de 2011, Rebecca, Max e Xena estavam na casa, quando o menino, na época com seis anos, caiu da escada e teve que ser hospitalizado em função dos ferimentos. No dia seguinte, Rebecca deixou sua irmã no aeroporto e buscou o irmão de Shacknai, Adam. Shacknai e a mãe de Max, Dina Romano, então, ficaram no hospital acompanhando Max, que ainda estava internado.

No dia 13, Shacknai voltou para a mansão, e encontrou Rebecca, aparentemente, enforcada na varanda, nua, com as mãos e os pés amarrados e com uma blusa servindo como mordaça. A morte de Rebecca foi considerada suicídio.

No entanto, uma série de situações estranhas e inusitadas, fazem com que exista alguma desconfiança sobre essa conclusão: como Rebecca teria amarrado seus pés, suas mãos, se amordaçado, colocado uma corda ao redor do pescoço e então, pulado da varanda? Existe alguma relação entre o acidente de Max – que morreu no dia 16 – e a morte de Rebecca?

Uma autopsia encomendada pela família, que não acredita na hipótese do suicídio, diz que Rebecca sofreu abuso sexual antes de sua morte e que as fraturas no seu pescoço poderiam derivar de um estrangulamento manual.

Morte na Mansão: Rebecca Zahau explana o caso e tenta desvendar o que de fato aconteceu com Rebecca.

2 – O Caso Evandro (2021): Responsável por uma verdadeira febre no Brasil e pela popularização das séries sobre crimes reais nacionais, O Caso Evandro acompanha a história do sumiço e morte de Evandro Ramos Caetano, de seis anos, na cidade de Guaratuba.

O caso aconteceu em 1992 e teve grande destaque na mídia, mas teve uma investigação conturbada e cheia de problemas. Beatriz Cordeiro Abagge, Celina Abagge – a primeira-dama da cidade -, Osvaldo Marcineiro, Vicente de Paula Ferreira e Davi dos Santos Soares foram acusados de matarem Evandro em um ritual de bruxaria, e chegaram a confessar, mas mais tarde, alegaram que foram torturados.

A série, que é inspirada no podcast de Ivan Mizanzu, retoma a investigação, apontando suas falhas, questiona a culpa dos acusados – e tem inclusive gravações que indicam que houve mesmo tortura – e relacionam a morte de Evandro a outros casos de desaparecimento de meninos na mesma região e na mesma época.

3Unabomber – Suas Próprias Palavras (2020): Ted Kaczynski, também conhecido como Unabomber, foi um terrorista doméstico, responsável por matar três pessoas e ferir vinte e três, em vários ataques de bombas – que ele mesmo produziu -, que aconteceram entre 1978 e 1995.

Kaczynski pretendia viver na natureza, sem nenhuma tecnologia e para isso, aprendeu uma série de habilidades de alto defesa e sobrevivência, assim como agricultura e identificação de plantas comestíveis, mas logo notou que a humanidade estava destruindo o meio ambiente e resolveu que uma maneira de resolver isso era enviando bombas, para que isso chamasse a atenção.

Ele foi preso em 1996 e confessou os crimes. A série acompanha a investigação, assim como as ideias por trás dos atos de Kaczynski.

4 – Os Filhos de Sam: Loucura e Conspiração (2021): No final da década de 70, a cidade de Nova York se viu aterrorizada por um serial killer que atacava casais que estavam nos seus carros. Ele parecia ter como alvo principal moças jovens de cabelos compridos e escuros, que muitas vezes, estavam acompanhadas. Em 1977, a polícia interrogou David Berkowitz e ele confessou os assassinatos.

Mas mais tarde, Berkowitz, que de fato esteve envolvido com um culto satanista, passou a dizer que em muitos dos assassinatos, ele estava presente, mas não disparou a arma. Segundo ele, várias pessoas do seu culto, também estavam matando e O Filho de Sam, na realidade, seria um grupo de serial killers.

Os Filhos de Sam: Loucura e Conspiração então, explora essa teoria e investiga se seria mesmo possível que o culto estivesse por trás dos assassinatos. A série tem alguma informação, mas tem bastante especulação, uma vez que essa teoria nunca foi provada e nem chegou a ser uma suspeita da polícia.

5 – O Mistério das Mortes de Burari (2021): Na manhã do dia 1 de julho de 2018, um vizinho, depois de notar que a família Burari não abriu sua loja, entrou na casa dos Burari e encontrou os onze membros da família mortos – dez enforcados em uma viga no meio da casa e a matriarca da família, Narayani Devi, de oitenta anos, sufocada no chão do quarto -. Os onze membros enforcados tinham as mãos e os pés amarrados, os ouvidos tapados com algodão, as bocas com fitas e as cabeças praticamente cobertas por pedaços de tecidos do mesmo lençol.

A polícia inicialmente imaginou que o caso se tratasse de um múltiplo assassinato, mas conforme a investigação começa eles percebem que ninguém, além dos membros da família, se aproximou da casa naquela noite, sugerindo a possibilidade de assassinato seguido de suicídio ou de um suicídio coletivo. A investigação então, segue por caminhos cada vez mais inacreditáveis e sombrios. O caso da família Burari é assustador, não só pelos aspectos macabros que existem na história, mas também pela conclusão da história, que é digna de uma reflexão profunda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s