livros

Clube do Livro dos Homens, Lyssa Kay Adams

“Se as mulheres gostam de alguma coisa, a sociedade debocha delas automaticamente. O mesmo acontece com os romances. Se as mulheres gostam, é porque devem ser ridículos, né?”.

Gavin Scott é um jogador de beisebol que descobre que sua esposa, Thea, fingiu orgasmos durante todo o casamento. Humilhado e irritado, ele sai de casa sem nem querer conversar sobre o assunto e logo recebe um pedido de divórcio de Thea.

Gavin não quer se divorciar, mas não sabe como proceder e encontra ajuda entre os seus companheiros de time, que mantém um clube do livro de romances, composto só por homens. Através da leitura de Cortejando a Condessa, um romance de época, Gavin vai tentar aprender e então, reconquistar sua esposa.

A premissa de Clube do Livro dos Homens chama atenção justamente porque é diferente e porque o livro tenta fugir dos clichês, ao mesmo tempo que usa alguns deles. A trama acompanha Gavin Scott, um jogador de beisebol, que se vê diante de uma crise em seu casamento e que está prestes a enfrentar o divórcio, mas que quer evitar isso a todo custo.

Os seus colegas de time então, o apresentam a um clube do livro, composto só por homens, que só leem romances, onde eles aprendem sobre as mulheres, mas que deve permanecer secreto. A ideia de colocar homens, descritos como extremamente másculos e musculosos, lendo romances, que geralmente são atrelados as mulheres é bem interessante e rende bons desenvolvimentos.

Gavin, no início, tem preconceito tanto com o clube, quanto com os livros lidos, e acha que não faz o menor sentido procurar conselhos matrimoniais em um romance, mas os outros participantes do clube levam as leituras super a sério e inclusive, debatem os preconceitos que rondam o gênero do romance, considerado por muitos um trabalho voltado para o público feminino e automaticamente, um gênero inferior. Também é interessante a maneira com que esses personagens masculinos são construídos, embora eles tenham a aparência do jogador de beisebol clichê, eles não são machistas e fazem comentários e colocações bem relevantes. Até o personagem que parece irritante e que facilmente cairia em clichês, aqui tem um perfil bem diferente.

O livro também faz comentários bem pensados sobre masculinidade tóxica e machismo, o que é uma boa pedida em um livro de romance, que geralmente não entram em tais temas.

O protagonista, claro, faz comentários um pouco absurdos, mas é natural, afinal de contas, ele está aprendendo não só a gostar do livro que está lendo, como também a entender Thea.

O livro, no entanto, é narrado do ponto de vista tanto de Gavin, quanto de Thea e assim, o leitor pode ter acesso as duas versões do relacionamento e entender melhor o que aconteceu entre os dois. Também existe uma preocupação em contar o que aconteceu no passado dos dois, como eles se conheceram e como o relacionamento começou, para que também possamos entender a situação atual do casal.

Clube do Livro dos Homens é escrito de uma perspectiva relativamente feminista e apresenta personagens masculinos que são muito mais ideais do que reais, o que não é por si só, um problema. O livro não se vende como um livro totalmente realista, embora se passe no mundo real e está bem mais próximo de um romance, onde os mocinhos são gentis e praticamente perfeitos, do que de um livro disposto a narrar um relacionamento real com seus problemas. É interessante que a obra, ela própria um romance, se dedique a defender com tanta veemência o gênero, o que é claro, válido, mesmo porque Clube do Livro dos Homens tenta desmitificar uma série de preconceitos e ideias sobre o gênero. Também é importante ressaltar que Thea, a esposa de Gavin, é uma mulher moderna, que não depende de seu marido e defende sua liberdade e que o livro não se baseia em um romance cheio de comportamentos abusivos disfarçados como “românticos” ou “amorosos”, mas se o livro acerta nesses quesitos, ele tem alguns erros, como por exemplo, quando Gavin, que é o mocinho do livro, dá um beijo forçado em Thea e isso é esquecido no meio da trama. Claro que uma questão como essa poderia facilmente ser retratada em um livro, o problema é romantizar o gesto ou o casal.

Também existe um paralelo entre a história de Gavin e Thea e a história dos protagonistas de Cortejando a Condessa, o livro que está sendo lido no clube do livro, o que é bem pensado e explana o que Gavin vem aprendendo e pretende mudar no seu relacionamento com Thea.

Mas também é importante manter em mente, que Clube do Livro dos Homens é um livro de romance, mesmo que seja moderno e que fuja de alguns clichês, e nesse sentido, sua trama é focada na relação de Gavin e Thea, o romance e o sexo são os grandes destaques do livro, o que pode não agradar quem vai atrás de uma história mais intricada, com mais camadas. A trama na realidade é um pouco bobinha e em alguns momentos, todo essa teoria que pretende defender o gênero e desmontar as críticas, parece um pouco desperdiçada.

A leitura de Clube do Livro dos Homens começa muito bem e prende o leitor com rapidez, com o tempo, no entanto, o livro vai se tornando um pouco cansativo, mesmo porque o final é um tanto quanto óbvio e resta ao leitor apenas descobrir como tudo vai acontecer e não o que vai acontecer. A tendência é que o livro agrade quem gosta de romances, mesmo porque tem como premissa uma história clássica desse gênero, ao mesmo tempo que traz algumas inovações, mas não chame tanto a atenção de quem prefere outro tipo de livro.

Clube do Livro dos Homens é, em vários sentidos, um livro de romance diferente, mas que entrega uma trama muito parecida com a de qualquer livro do gênero.

Título no Brasil: Clube do Livro dos Homens

Título original: The Bromance Book Club

Autora: Lyssa Kay Adams

Tradução: Regiane Winarski

Gênero: Romance, Contemporâneo

Ano de lançamento: 2019

Editora: Editora Arqueiro

Número de Páginas: 320

Foto: Fernanda Cavalcanti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s