livros

Felicidade Demais, Alice Munro

“A cada ano que passa quando se é criança, você se torna outra pessoa. Em geral, é no outono, quando voltam as aulas e você passa para uma turma mais adiantada, deixando para trás as confusões e a letargia das férias de verão. É quando se sente a mudança de forma mais aguda. Depois disso você já não sabe mais o mês do ano, mas as mudanças continuam do mesmo jeito. Por um longo tempo, o passado se desprende de você quase automaticamente, como se só pudesse ser assim. Não que as cenas dele desapareçam, mas apenas vão se tornando irrelevantes. Então ocorre um refluxo, tudo o que passou e se foi volta a florescer feito novo, exigindo atenção, querendo até mesmo que se faça algo a respeito, embora seja claro que não há nada que possa ser feito.” – Brincadeira de Criança

Felicidade Demais é uma coletânea de contos de Alice Munro, focados nas experiências de seus protagonistas e nas suas relações com outros personagens.

O livro tem dez contos, que certamente vão agradar quem já leu e gostou da obra de Munro, porque eles têm o mesmo estilo e também acompanham, em sua maioria, personagens femininas. Os contos de Felicidade Demais geralmente retratam situações cotidianas e não costumam ter muitas reviravoltas, embora sejam muito bem escritos e tenham personagens complexos e bem-criados.

Os contos que fazem parte do livro são: Dimensões, que acompanha uma jovem mulher presa em um relacionamento abusivo, com um homem mais velho. É bom destacar que o conto não tem cenas de violência física, embora ele seja forte e retrate uma violência psicológica muito clara. Ficção, que navega pelas relações da vida de uma mulher, já Wenlock Edge éum conto bem estranho, mas ainda assim, bem interessante, que acompanha uma jovem que se vê em uma situação sexual bem esquisita.

Buracos Profundos acompanha uma mãe de família que vê seu filho cair em um buraco quando criança e depois, vê ele se envolver em ideias cada vez mais radicais. Radicais Livres segue Nita, uma mulher doente, que tem a casa invadida e precisa lidar com a situação, Rosto é um conto diferente de Munro, porque é narrado por um protagonista masculino e fala sobre um homem que tem uma mancha de nascença no rosto, que altera sua vida de várias maneiras.

Algumas Mulheres é narrado por uma mulher contando suas experiências como pré-adolescente, quando ela trabalhava na casa de um homem com câncer terminal, como a personagem não é da família do homem e não está diretamente envolvida na história dele, ela tem uma visão imparcial e é capaz de observar tudo que acontece na casa, mesmo que nem sempre entenda o que acontece.

Brincadeira de Criança é sobre uma mulher que quando criança conheceu Verna, uma menina com alguma deficiência intelectual, e embora a protagonista não gostasse de Verna, o mesmo não era reciproco e para a protagonista, Verna passa anos, a perseguindo. Como acompanhamos a trama do ponto de vista da protagonista, não sabemos dizer se isso de fato aconteceu.

Madeira, como o título diz, fala sobre um homem que trabalha com madeira. E o conto Felicidade Demais tem como protagonista Sofia Kovalevskaya, uma matemática russa, que de fato existiu, e que aqui é usada em uma trama ficcional.

Como acontece com frequência em livros de contos, é natural que se goste mais de um ou de outro, os contos de Munro são bem grandes, então, quando se gosta de um é fácil se prender nele e ler muito rápido, já quando o assunto não agrada tanto, a leitura pode ser tediosa.

O que chama bastante atenção em Felicidade Demais é que os contos transitam em gêneros diferentes, Dimensões, por exemplo, é um conto com ares de suspense, enquanto Wenlock Edge tem um clima estranho e bizarro, que prende demais o leitor.

Felicidade Demais é claro, uma ótima leitura para quem já gosta da autora, justamente porque os contos presentes nesse livro soam diferentes da grande maioria dos contos de Munro, mas ele também pode ser uma boa pedida para quem nunca leu nada de Munro e quer conhecer a autora.

Como boa parte dos livros de Munro, Felicidade Demais apresenta contos consistentes e bem escritos, com personagens profundos, a habilidade da autora no gênero faz com que o livro – assim como seus outros trabalhos – seja uma leitura prazerosa, que não se repete.

Título no Brasil: Felicidade Demais

Título original: Too Much Happiness

Autora: Alice Munro

Tradução: Alexandre Barbosa de Souza

Gênero: Contos, Contemporâneo

Ano de lançamento: 2009

Editora: Companhia das Letras

Número de Páginas: 344

Foto: Fernanda Cavalcanti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s