livros

Mestre das Chamas, Joe Hill

“Falou que, nos momentos mais sombrios da história, a gentileza era a única luz capaz de mostra o caminho para a segurança, e eu sei que chorei ao escutar isso”.

Uma pandemia, onde os infectados entram em combustão depois que marcas misteriosas surgem pelos seus corpos, varre o mundo todo e nem a ciência ou as autoridades conseguem explicar.

A enfermeira Harper Grayson, que antes trabalhava em uma escola primaria, se coloca na linha de frente do combate a Escama de Dragão – nome popular da doença – e um dia encontra as terríveis marcas no seu corpo. Seu marido, Jakob, fica com medo de se contaminar e sugere que ela cometa suicídio, mas Harper se recusa, porque logo depois descobre que está grávida.

Jakob sai de casa e Harper descobre que existe um homem que parece ser capaz de controlar a Escama de Dragão, conhecido como o Bombeiro.

Mestre das Chamas é um livro que retrata um cenário pós-apocalíptico, mas ele começa quando a Escama de Dragão desponta pelo mundo e ninguém consegue explicar exatamente o que ela é ou como as pessoas se contaminam. A Escama de Dragão primeiro deixa o corpo cheio de marcas, que parecem tatuagens e depois, a pessoa contaminada entra em combustão espontânea. Como a doença é nova, não existe nenhuma cura para ela ainda.

Como acontece em grande parte dos livros desse subgênero, a doença ataca boa parte da população, que morre queimada e a humanidade regressa a um estado quase selvagem, onde falta comida, luz, água e todo mundo está disposto a tudo para sobreviver.

A protagonista do livro é Harper Grayson, uma enfermeira otimista e apaixonada por literatura e musicais, que costumava trabalhar em uma escola primeira e lidar com doenças simples e comuns, mas que se predispõe a enfrentar a pandemia de frente e acaba contaminada. Harper é casada e seu marido não aceita a contaminação e sai de casa, deixando ela sozinha e grávida.

O cenário de Hill monta para o livro é muito inteligente: ele tem uma pandemia global, que ninguém consegue explicar ou curar e como protagonista uma enfermeira com pouca experiencia, mas muito otimismo. Parece óbvio que as primeiras pessoas a se infectarem em uma pandemia serão os profissionais da saúde. Harper não só é otimista e tem como ídolo Mary Poppins, como também está grávida e quer sobreviver não só por si mesma, mas também pelo filho que espera e que ela acredita que pode nascer sem a Escama de Dragão, o instinto de sobrevivência de Harper portanto, é duplo.

Harper se vê sozinha e eventualmente, perseguida por Jakob, que acha que ela deve morrer antes de espalhar a doença para ele ou para outras pessoas, mas acaba encontrando um homem misterioso, conhecido como o Bombeiro, que é capaz de controlar a doença e usar o fogo que supostamente o queimaria.

O Bombeiro é outro elemento bem interessante de Mestre das Chamas, porque durante bastante tempo, ele parece ser a solução para a doença e também para a vida de Harper, que está sozinha no mundo. O mistério de como ele controla as Escamas dura por boa parte do livro, o que é uma ótima motivação para continuar a leitura.

Em muitos aspectos, Mestre das Chamas é muito parecido com vários livros que retratam um mundo pós-apocalíptico, seja pelo motivo que for, aqui também acompanhamos pessoas no limite, fazendo de tudo para sobreviver e apelando, muitas vezes, a violência. Mas o livro tem algumas peculiaridades interessantes, como seus personagens, que são bem escritos e fáceis de gostar, a especificidade da doença, que não só é assustadora, como também contamina de maneira rápida e os aspectos políticos que Hill coloca na trama, que tem pessoas que querem deliberadamente matar quem está contaminado e que fazem comentários preconceituosos e absurdos.

A protagonista gosta de musicais e de literatura e Hill faz uma série de citações sobre isso em Mestre das Chamas, o livro fala da série Harry Potter, de O Senhor dos Anéis, de Mary Poppins, Moulin Rouge – Amor em Vermelho e da peça Rent, o que faz de Harper uma personagem bem peculiar.

A escrita de Hill é ótima e é muito fácil se prender na história de Mestre das Chamas, para além disso, os personagens que parecem pessoas reais fazem com que o leitor se apague a eles, é impossível largar Harper e mais tarde, o Bombeiro, antes que saibamos que fim terá essa história. O livro é extenso, mas isso não incomoda durante boa parte dele, porque a leitura é bem rápida e fluída, o final, no entanto, fica um pouco parado e o livro acaba se alongado mais do que deveria, o que pode deixar o fim da obra um pouco cansativa.

Mestre das Chamas trabalha em um subgênero comum, mas se destaca justamente pelos seus detalhes e aspectos diferentes, que prendem os leitores do começo até boa parte do fim.

Título no Brasil: Mestre das Chamas

Título original: The Fireman

Autor: Joe Hill

Tradução: Fernanda Abreu

Gênero: Terror, Ficção Cientifica

Ano de lançamento: 2016

Editora: Editora Arqueiro

Número de Páginas: 592

Foto: Fernanda Cavalcanti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s