Adaptações, série

Série: A Verdade sobre o Caso Harry Quebert (1ª Temporada), 2018

Marcus Goldman (Ben Schnetzer) é um escritor promissor que depois do sucesso estrondoso do seu primeiro livro, está sem inspiração para escrever o segundo. Ele resolve ir passar um tempo com seu mentor, Harry Quebert (Patrick Dempsey), na casa de veraneio dele.

No entanto, enquanto Marcus está lá, o corpo de uma jovem é descoberto dentro da propriedade de Harry, enterrado junto com o manuscrito de um dos livros mais famosos do autor. A jovem é Nola Kellergan (Kristine Froseth), uma adolescente desaparecida desde os anos 70.

Todas as suspeitas automaticamente recaem sobre Harry e ele assume que estava apaixonado por Nola, mas jura que não a matou. Cabe a Marcus investigar o mistério que cerca a morte de Nola e sua relação com Harry.

A Verdade sobre o Caso Harry Quebert é inspirado no livro de mesmo nome, de Joël Dicker.

A Verdade sobre o Caso Harry Quebert parte de uma sinopse bem interessante. A série é um suspense, que pretende investigar um caso que aconteceu a quarenta anos atrás, mas no começo é mais focada em Marcus.

Marcus acabou de publicar um livro que foi muito elogiado, mas anda tendo dificuldades para escrever o seu segundo romance. A personalidade de Marcus é irritante, e ele se vê muito mais importante do que de fato é, por isso, a inabilidade de escrever outro livro o incomoda tanto.

Marcus resolve ir passar um tempo na casa de veraneio do seu mentor e ex-professor, Harry Quebert, outro famoso escritor. Quando Marcus ainda está se instalado, o corpo de uma jovem é encontrado dentro da propriedade de Harry e a culpa logo recai sobre o autor.

O corpo encontrado pertence a Nola Kellergan, filha do pastor, que desapareceu nos anos 70, aos quinze anos de idade. Harry logo cai em uma depressão, porque acreditava que Nola tinha simplesmente fugido.

Harry assume que estava apaixonado por Nola e que era reciproco, mas jura que não a matou.

É a partir daí que começamos a acompanhar a investigação de Marcus, que tenta entender o que aconteceu com Nola e qual é a verdadeira participação de Harry no assassinato da moça.

A trama de A Verdade sobre o Caso Harry Quebert é interessante porque acompanha um caso antigo e porque acompanhamos ele, praticamente, do ponto de vista do principal suspeito.

A série é bem fiel ao livro, até na maneira com que ela retrata a história. A trama se divide entre a investigação de Marcus, onde ele entra em contato não só com Harry, mas também com os outros moradores da cidade, e entre o que de fato aconteceu nos anos 70. O que as pessoas contam para Marcus, é depois mostrado através de um flashback.

O que salta aos olhos é que cada pessoa conta a sua versão e por isso, a história muda de acordo com o que a pessoa que está sendo entrevistada diz e por isso, em alguns momentos somos confrontados com mentiras, que depois são desmentidas. A partir dessas entrevistas, vamos descobrindo e investigando aos poucos.

A trama é bem pensada, mesmo porque envolve muitos personagens, e a ideia de colocar todos os elementos de culpa em cima de Harry também é muito boa, afinal, lemos o livro do ponto de vista de Marcus, que vê Harry como um herói, e que tem que ir aos poucos lidando com a possibilidade dele ser um criminoso.

Esse é outro assunto que vem à tona em A Verdade sobre o Caso Harry Quebert, as decepções que podem vir de admirar e endeusar seres humanos, que cometem erros, em maior e menor grau.

Tem partes da série, que soam meio bobas e um pouco infantis, como quando Harry fica bravo com Marcus porque ele revelou um segredo de Nola que, supostamente, mancharia a reputação da menina, mas isso também está no livro, então, a culpa não é bem da adaptação.

A grande mudança da série é o relacionamento de Nora e Harry. No livro, os dois de fato, mantém um relacionamento romântico e sexual, que Harry jura que foi consensual, no entanto, Nola tem quinze anos quando isso acontece, o que impediria ela de consentir qualquer relação sexual, com um homem adulto.

O livro tenta falar sobre abuso, uma vez que coloca outros homens no caminho de Nola, que estão dispostos a se aproveitarem dela, mas diferencia Harry desses homens com a desculpa de que “os dois estavam apaixonados”. De uma forma ou de outra, o relacionamento de Nola e Harry soa estranho e claro, criminoso.

A série muda isso. Nola e Harry estão apaixonados e pretendem fugir juntos, mas a relação dos dois é quase que inteiramente platônica. Nola até tenta beijar Harry, mas ele recusa dizendo que ela é muito nova. Isso resolve o problema da trama de romantizar a relação de um homem adulto com uma menina de quinze anos? Não, mas dá uma embelezada na história.

É verdade que Harry e Nola não fazem sexo e sequer se beijam na série, mas a atração ainda romantiza o romance entre um homem adulto e uma adolescente. Por outro lado, essa mudança, faz com que a audiência simpatize um pouco mais com Harry, ele não só não mantém nenhum contato físico com a menina, como também a ama tanto que está disposto a esperar ela fazer dezoito anos, quando os dois pretendem se casar.

A Verdade sobre o Caso Harry Quebert, como o livro, prende o telespectador, porque o mistério é muito intrigante e como a adaptação é bem fiel, parece plausível que os fãs do livro venham a gostar da série.

A produção também é bem-feita e cuidadosa, o leitor se sente dentro daquela cidadezinha e isso é bem interessante. O elenco é bem escalado e combina com os personagens do livro.

Ben Schnetzer que interpreta Marcus se sai bem, e é possível ver o personagem do livro nele, o mesmo vale para Kristine Froseth, que é a escolha perfeita para a personagem Nola e que consegue mudar sua atuação quando o papel pede, ela é, provavelmente, o grande destaque de A Verdade sobre o Caso Harry Quebert.

Patrick Dempsey até se sai bem, mas ele é um pouco novo para interpretar Harry na segunda fase da série (a que se passa nos dias de hoje), por isso, a produção envelheceu ele, quando o correto seria ter escalado um ator mais velho para isso. Na primeira parte, que se passa nos anos 70, ele está muito bem e também é uma boa escolha para o personagem.

A Verdade sobre o Caso Harry Quebert apresenta um mistério instigante e que prende o leitor, além disso é uma adaptação fiel, que melhora pontos não tão bons do livro, o que é uma vantagem. A série tem potencial para agradar os fãs do livro e o público que nem conhece a história original.

Elenco: Patrick Dempsey, Ben Schnetzer, Damon Wayans Jr., Kristine Froseth, Kurt Fuller

Gênero: Drama, Policial, Suspense

Duração do episódio: 52min

Número de episódios: 10

Ano: 2018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s