livros

As Aventuras de Pinóquio, Carlo Collodi

“Mas eu quis lembrar-lhe, com o esfrega que lhe dei, que neste mundo precisamos nos mostrar corteses com todos se quisermos que nos tratem cortesmente nos dias de penúria”

Pinóquio é um boneco de madeira que vive com seu pai, Geppetto. Ele sonha em se tornar um menino de verdade e o que ele mais quer é nunca decepcionar seu pai, mas sempre acaba confiando nas pessoas erradas, caindo em golpes e desobedecendo as ordens de Gepetto.

O boneco então, embarca em uma aventura fantástica, onde conhece criaturas estranhas e maravilhas e onde mais tarde, tem que se redimir dos seus erros.

as-aventuras-de-pinoquio01

As Aventuras de Pinóquio é um clássico e a maioria das pessoas sabe pelo menos o princípio básico da trama, mas a história original tem aspectos bem diferentes dos que são conhecidos.

O livro tem tons de conto de fadas – embora ele não faça parte dos contos de fadas tradicionais e seja considerado “um novo conto de fadas”- e apresenta o boneco Pinóquio, que é criado por Geppetto e que tem uma tendência a fazer coisas erradas e logo depois se arrepender.

Os erros de Pinóquio são simples e o leitor consegue perceber que o que ele faz e o que ele pretende fazer vão dar errado, mas é mais ou menos assim que os contos de fadas funcionam: o personagem serve como exemplo para o leitor e toma uma série de decisões erradas, como forma de ensinar os leitores a não fazerem o mesmo.

as-aventuras-de-pinoquio02

No caso de As Aventuras de Pinóquio, a mensagem que o autor quer passar é a de respeitar e amar os seus pais e de ser cuidadoso e prudente e é justamente por isso que o protagonista da história não é nenhuma dessas coisas. Pinóquio até diz que ama Geppetto e que quer ser bom, mas ele sempre faz exatamente o contrário.

O personagem chega a ser irritante, porque ou ele parece estupido, ou ele parece descuidado. A trama também é bem simples e muito óbvia, mas levando em conta que As Aventuras de Pinóquio é pensado para o público infantil, faz sentido.

A leitura é bem simples e rápida, essa edição da Cosac & Naify é dividida em capítulos que correspondem aos volumes do folhetim, forma em que a obra foi originalmente publicada, por isso o leitor tem uma sensação similar com a ideia original do autor.

as-aventuras-de-pinoquio03

Como todas as edições da editora, As Aventuras de Pinóquio é muito cuidadosa. O livro é esteticamente lindo e vem com ilustrações de Alex Cerveny e com um posfácio de Italino Calvino, que analisa toda a importância de Pinóquio e explica porque ele continua sendo um personagem tão importante e que ainda hoje faz parte da cultura popular.

Além disso, a trama que está nessa edição – que é a versão original – tem bem mais conteúdo do que é mundialmente conhecido como a história de Pinóquio.

As Aventuras de Pinóquio tem uma trama simples, e por isso, provavelmente vai agradar as crianças, mas é um clássico e tem boas lições, se tornando assim, uma boa pedida para os adultos também.

Título no Brasil: As Aventuras de Pinóquio

Título original: Le Avventure di Pinocchio

Autora: Carlo Collodi

Tradução: Ivo Barroso

Gênero: Fantasia

Ano de lançamento: 1883

Editora: Cosac & Naify

Número de Páginas: 360

Fotos: Fernanda Cavalcanti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s