série

Série: Você (1ª Temporada)

Joe Goldberg (Penn Badgley) é o solitário gerente de uma livraria em Nova York, um dia Guinevere Beck (Elizabeth Lail) entra no estabelecimento em busca de um livro e Joe tem certeza que encontrou o amor da sua vida.

Joe então, começa a seguir e monitorar a vida de Beck, até que ele consiga encontra-la de novo e conquista-la.

Você é inspirado no livro de mesmo nome, de Caroline Kepnes.

voce01

Qualquer pessoa que começa a assistir Você consegue logo perceber do que a trama fala. Joe começa a série como um stalker.

Ele conhece Beck na livraria e logo começa a pesquisar sobre a vida dela, através de redes sociais, o que para boa parte da audiência parece normal, até certo ponto. Joe é, de certa maneira um personagem com quem é possível se identificar, afinal, todo mundo pesquisa a vida das pessoas na internet, certo? Aliais, essa é a principal razão pela qual as redes sociais existem.

Mas com o tempo, Joe vai tomando atitudes cada vez mais absurdas e perigosas. Ele consegue descobrir onde Beck mora e resolve espiona-la, ele consegue acesso ao telefone dela, e logo sabe tudo sobre a vida dela. Tudo isso já parece ruim, mas o comportamento de Joe piora muito.

voce02

Depois de um tempo, ele passa a influenciar na vida de Beck, ele sabe onde ela vai estar e começa a ir atrás dela, na tentativa de forjar um encontro. Isso acontece logo, quando Beck, completamente bêbada cai na linha do metrô e Joe a salva. Beck, perdida e se sentindo solitária, passa a considerar Joe seu herói e também começa a gostar dele.

Mas como Você se passa no mundo real e não é uma comédia romântica, nem tudo é do jeito que Joe esperava, e embora Beck esteja flertando com ele, ela ainda sai com Benji (Lou Taylor Pucci) e é aí, que Joe começa a tomar medidas extremas para ter Beck só para ele.

Durante a série, ouvimos diversas citações de livros, porque Joe trabalha em uma livraria e Beck quer ser escritora, e uma dessas citações é sobre o livro Frankenstein, de Mary Shelley. Joe fala para seu vizinho, Paco (Luca Padovan), que o livro de Shelley é narrado do ponto de vista do vilão.

voce03

Você também parte desse princípio. Começamos a série acompanhando a trama do ponto de vista de Joe, ela é, inclusive, narrada por ele e como ele justifica e explica tudo o que ele faz, temos a sensação de que entendemos o que ele está fazendo, ainda mais, porque no começo, o comportamento de Joe não é tão perturbador, embora seja possível prever que as coisas vão piorar com o tempo.

Ao longo da série, assistimos episódios que são narrados do ponto de vista de outros personagens, como Beck e Peach (Shay Mitchell), amiga de Beck. O que esses episódios nos mostram é que embora Joe seja potencialmente um psicopata, todos os personagens da trama têm questões a resolver, que nem sempre são muito bonitas de se ver.

Em muitos aspectos, Você lembra o livro O Colecionador, de John Fowles, que ganhou uma adaptação para o cinema, com o mesmo nome em 1965. Em O Colecionador acompanhamos Frederick, um rapaz que planeja e sequestra Miranda, uma garota por quem ele está apaixonado. Ele mantém Miranda presa e um jogo de sedução e obsessão começa entre os dois, já que ele a deseja e ela percebe que só poderá escapar de seu cárcere se conseguir convencer Frederick da sua lealdade e amor, a maneira que Miranda encontra para fazer isso é seduzindo e flertando com seu sequestrador.

voce04

Como Você, O Colecionador apresenta um jovem rapaz psicótico, uma moça bonita e inteligente por quem ele se apaixonada, uma relação um tanto conturbada e as duas obras também dão ao leitor o ponto de vista do sequestrador e da vítima. A diferença mais clara que existe entre O Colecionador e Você é justamente a época em que cada história se passa e em que foi escrita.

O Colecionador, publicado em 1963, tem o benefício de ter apresentado ao público muitos dos clichês que seriam usados em livros e filmes sobre sequestros depois, ele é um dos primeiros livros a tratar do assunto e foi escrito muito antes do mundo conhecer casos reais de cárcere privado, como Natascha Kampusch, Jaycee Lee Dugard e mais recentemente, Amanda Berry. Por outro lado, como em 63, ninguém disponibilizava de tanta tecnologia, o trabalho de Frederick é um pouco mais difícil que o de Joe, ele não pode recorrer a nenhuma rede social e nem pesquisar Miranda na internet, o que o obriga a seguir a garota por todos os cantos.

Já Você bebe muito na fonte de O Colecionador, nada mais natural, uma vez que os dois tratam de temas relativamente parecidos. Desde de seu personagem, que é ao mesmo tempo gentil, sedutor e psicopata, a sua vítima, que é bonita, inteligente, mas também terrivelmente mimada e ligeiramente insuportável em alguns momentos. Mas Joe tem em suas mãos uma vasta tecnologia que Frederick nem poderia sonhar.

voce05

O mais importante é que tanto Você quanto O Colecionador narram a história do ponto de vista do monstro e é por isso que faz o público pensar que entende o que passa na cabeça do vilão.

Em quesitos técnicos, Você é uma série que não deixa a desejar. Sua produção é bem-feita e cuidadosa. A série se passa em Nova York e a cidade é importante na trama, uma vez que acompanhamos uma série de jovens que vivem na cidade porque trabalham ou estudam por lá. O telespectador pode ver lugares conhecidos da cidade e até se localizar dentro daquele mundo.

Outro ponto interessante é que Você faz várias referências literárias a outros livros, o que faz sentido, já que Joe trabalha em uma livraria e se declara um apaixonado por livros e Beck é uma aspirante a escritora. A série cita Frankenstein, Ozma de Oz (uma das continuações de O Mágico de Oz), O Morro dos Ventos Uivantes, J.D. Salinger, entre outros.

voce06

A série também apresenta personagens bem escritos, que tem muitas dualidades. Joe é o narrador de Você, o que faz dele o protagonista, mas também é o vilão, e embora ele pareça um ótimo namorado e um cara super legal, ele também é um psicopata obcecado. Sua personalidade se divide entre o cara que consola seu jovem vizinho, quando o padrasto dele é violento e o cara que está disposto a cometer crimes para conquistar Beck.

Essa dualidade se repete com todos os personagens, Beck de fato é uma garota bonita e encantadora, mas ela também conta mentiras, prejudica pessoas e se mostra um pouco aproveitadora. Peach, a melhor amiga de Beck, cuida da amiga e se preocupa com ela, mas também é ótima em chantageá-la e coloca-la para baixo quando precisa. Nenhum personagem de Você é completamente bom, mas o interessante é que mesmo que acompanhemos os erros de Beck ou de Peach, conseguimos perceber que o comportamento de Joe não é razoável em nenhuma instância.

O que também ajuda muito a série é o seu elenco. Elizabeth Lail entrega uma Beck que é adorável e sedutora, mas também vulnerável, não é sempre que a gente está do lado dela, mas ainda torcemos por ela. Shay Mitchell também se sai muito bem no papel de Peach, que é esnobe, mas também tem seus problemas e que apesar de tudo, ama sua melhor amiga.

voce07

Mas claro que a estrela da série é Penn Badgley, que narra a série toda. Joe é ao mesmo tempo sedutor, interessante, obcecado e provavelmente louco, no entanto Badgley consegue fazer essa passagem de maneira muito bem-feita, quando ele está com Beck, ele se comporta como um príncipe encantado, inclusive causando inveja nas amigas da moça, quando ele está com qualquer personagem que o ameaça de qualquer maneira, ele mostra um comportamento violento e se torna um homem sem misericórdia, disposto a tudo para conseguir o que quer. Ao mesmo tempo, Joe parece não entender o quanto o que ele faz é perigoso, ele tem uma justificativa para tudo e muitas vezes, culpa a própria Beck por atos que ele cometeu.

Você é uma série que prende o telespectador e que apresenta um ponto de vista que nem sempre é visto, mesmo que ela não justifique a ação de seu narrador/vilão, ao mesmo tempo que entrega personagens repletos de dualidades e uma trama que mistura mistério, obsessão e que conversa com os dias de hoje.

Elenco: Penn Badgley, Elizabeth Lail, Ambyr Childers, Zach Cherry, Luca Padovan

Gênero: Drama, Suspense

Duração do episódio: 42min

Número de episódios: 10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s